Daimler espera que vendas de caminhões cresçam ao menos 5% em 2015

Mercedes-Benz Actros MP4




A Daimler espera que as vendas de caminhões cresçam ao menos 5% para mais de 500 mil unidades neste ano e para 700 mil veículos até 2020 devido à demanda crescente nos Estados Unidos, ajudando a compensar uma queda em mercados como o Brasil, disse o chefe de caminhões, Wolfgang Bernhard, nesta segunda-feira.

Neste ano, a companhia também visa aumentar significativamente o lucro antes de juros e impostos ante os 2,07 bilhões de euros (2,34 bilhões de dólares) registrados no ano passado, devido à ampliação da rede de vendas e do compartilhamento de componentes entre marcas de caminhões.

“Queremos vender significativamente mais que 500 mil”, disse Bernhard, acrescentando que isso equivale a crescimento de 5% ou mais, ante o ano passado, graças à demanda maior na Indonésia, Índia e EUA.

LEIA MAIS  DAF Caminhões Brasil é a “Marca do Ano” pelo terceiro ano consecutivo

A Daimler disse que o quarto trimestre fiscal começou bem, com aumento das vendas de 45%.

A Daimler Trucks investirá 2,4 bilhões de euros (2,72 bilhões de dólares) em pesquisa e desenvolvimento e outros 2,2 bilhões de euros em fábricas e imóveis até 2016 para ampliar sua rede de concessionárias na Ásia e em desenvolver uma linha de produtos para mercados emergentes.

LEIA MAIS  Copa Truck: Atrações extra-pista são destaque na programação em Goiânia

“As montadoras de caminhão estão na infância do desenvolvimento de uma estratégia de plataforma”, disse Bernhard, explicando que componentes de motores, cabines, eletrônicos e chassis incluindo freios podem ser compartilhados mais eficientemente entre as marcas Mercedes, Freightliner, Western Star, FUSO e Auman.

O compartilhamento de componentes ajudará a Daimler a economizar dinheiro num momento em que as vendas em certos mercados como a Rússia caíram 30% no ano passado.

Fonte: Reuters




Deixe sua opinião sobre o assunto!