Gestão de frota reduz gastos com combustíveis em até 20%

por Blog do Caminhoneiro

frota-paradaCom a alta nos combustíveis e nos impostos, a melhor alternativa para as empresas, que contam com frota de veículos, é pisar no freio e reduzir os custos para evitar prejuízos e gastos desnecessários. Para isso, é necessário planejamento e gestão. Essas duas alternativas são encontrados no sistema de gestão de frota da ValeCard, empresa com sede em Uberlândia. Esse sistema recebe o nome de Siag (Sistema Integrado de Autogestão).

A ferramenta conta com as mais avançadas soluções para o cliente administrar a frota de veículos, colhendo assim os resultados esperados em relação ao controle de custos e à confiabilidade de informações.

Entre as soluções, o Siag permite ao usuário definir o valor mínimo e máximo que deve ser pago pelo litro do combustível. Sendo assim, o motorista deve pesquisar o preço antes de abastecer e escolher o posto confiável que tenha o valor que corresponde ao definido pela empresa.

“Dessa forma, o funcionário tem um limite de valor para abastecer. Caso escolha um preço acima do que foi definido, o motorista não consegue efetuar o pagamento usando o cartão combustível da ValeCard”, explica o gerente de produto Frota da ValeCard Marcelo Simidamore.

Com esse novo sistema, o controle de custos com combustíveis é ainda mais eficaz e pode gerar uma economia de até 20% para a empresa. Uma vez que o sistema permite integração com o sistema financeiro do cliente disponibilizando todas as informações em relatórios gerenciais integrados.

Além disso, a Cesta Gestão de Frotas da ValeCard reúne o maior número de soluções de um mesmo fornecedor gerando o controle total de qualquer tipo e tamanho de frota. Permite integração com o sistema financeiro do cliente disponibilizando todas as informações em relatórios gerenciais integrados. Seus módulos realizam o controle da frota por tempo de disponibilidade, quilômetro rodado, custo por manutenção, custo com abastecimento e localização do veículo, podendo ser integrados com quaisquer sistemas financeiros internos das empresas. São seis módulos: Abastecimento, Combustível, Manutenção, Monitoramento e Telemetria, Assistência 24h e Gestão Avançada.

Em geral, caminhões novos se desvalorizam 20% no primeiro ano e 25% no segundo e terceiro anos de uso sem manutenção preventiva, obrigando as empresas a venderem o veículo no quarto ano para a compra de um novo. Com o módulo de gestão da manutenção da ValeCard, que aplica conceitos preventivos desde o início, as transportadoras aumentam a vida útil do caminhão em um ou dois anos sem desvalorizá-lo, adiando assim investimentos para a compra de novos, reduzindo custos e obtendo representativos ganhos financeiros.

Fonte: ValeCard

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

Escreva um comentário