Frota de caminhões e ônibus está maior e mais nova

frota_carretas




Apesar da forte crise sobre a indústria automobilística, a frota de ônibus e caminhões vem aumentando desde 2007. De acordo com dados do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), a frota de ônibus em circulação fechou 2014 com 387.656 unidades, aumento de 3,4% ante aos números registrados em 2013.

Já a de caminhões somou 1.859.642, uma variação positiva de 5,1% em relação ao ano anterior. Os dados são apurados com base nos emplacamentos de veículos registros pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de todas as unidades federativas.

No total, a frota circulante nacional, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus somou, em 2014, 41,5 milhões de unidades, um amento de 3,7% na comparação com a base de 2013. Foram registradas também mais de 13 milhões de motocicletas nas ruas em 2014, valor 0,5% maior que o apurado no ano anterior.

LEIA MAIS  Volkswagen comemora 25 anos dos primeiros ônibus produzidos

Com a forte retração de vendas, o Brasil deverá assistir a um crescimento e renovação menores dos veículos em circulação neste ano. Projeção da Associação Nacional dos Veículos Automotores (Anfavea) prevê que o mercado interna deverá cair 13,2% neste ano ante a 2014. “É um ano muito difícil para os fabricantes”, disse Luiz Moan, presidente da Anfavea.

Com o aumento no número de ônibus, a idade média dos coletivos caiu para 9 anos e 2 meses – em 2010, a frota de 285.332 veículos tinha 9 anos e 7 meses de vida. A idade dos caminhões em circulação também diminuiu no ano passado, com 9 anos e 4 meses. Em 2010, tinha 10 anos e 1 mês.

LEIA MAIS  Gincana do Caminhoneiro: Feira de Santana recebe classificatória do evento

Já a idade dos carros aumentou, segundo o Sindipeças. No ano passado, a frota circulante de veículos de passeio era de 8 anos e 9 meses – em 2010 foi de 8 anos e 7 meses. A de comerciais leves ficou igual entre 2010 a 2014 – 7 anos e 7 meses.

De acordo com o relatório anual do Sindipeças, a frota circulante brasileira está predominantemente concentrada em cinco Estados: São Paulo, com 36,8% do total; Minas Gerais, 10,4%; Rio de Janeiro, 9%; Rio Grande do Sul, 8,5%; e Paraná, com 8,1%. Juntos, esses cinco estados somam 72,8% de todos os autoveículos que transitam no País.

Fonte: Portal Transporte Moderno




Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!