Simulador da USP São Carlos avalia motoristas e segurança em rodovias

simulador de direcao




Uma tecnologia desenvolvida por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos (SP) promete aumentar a segurança nas estradas. Eles criaram um simulador de alta precisão que reproduz trechos reais de rodovias do país e analisa o comportamento dos condutores. Dessa forma, é possível sugerir melhorias no traçado da pista e na sinalização, e evitar acidentes. (VEJA VÍDEO)

A máquina, inédita no país, capta o olhar de quem está dirigindo. Com quatro câmeras que registram cada movimento dos olhos, ela calcula o tempo do olhar e a distância em relação às placas. Quando o piloto  demora para notar as indicações, isso pode indicar problemas na sinalização e, consequentemente, risco de acidentes.

O simulador reproduz dez quilômetros de uma das rodovias mais perigosas do país, a Régis Bittencourt (BR-116), que liga São Paulo à região Sul, e foi testado por 40 motoristas durante 1 ano e meio. Com as verificações, ficou claro que muita gente não repara na sinalização.

“A gente percebeu que uma de cada três placas era observada e as outras o condutor simplesmente nem conseguia perceber que estavam no cenário”, afirmou o pesquisador Fábio Vieira.

Os dados ajudaram os pesquisadores a identificar falhas na sinalização, como a posição ou tamanho das placas, e a propor mudanças.  “Fizemos a implantação da nova sinalização no trecho. Faz exatamente um mês que nós fizemos a implantação e nós começaremos agora a colher os resultados dos acidentes”, contou a professora Ana Paula Larocca, do Departamento de Engenharia de Transportes da USP.

“Mudar uma infraestrutura, um traçado de uma rodovia muitas vezes não é viável. A alteração da sinalização através do estudo do comportamento do condutor naqueles trechos específicos certamente vai propiciar uma mitigação de acidentes. É mais segurança viária para o motorista”, completou.

Fonte: EPTV




Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!