Volvo CE lança versão atualizada da linha de caminhões articulados da marca

caminhao articulado volvo




A Volvo Construction Equipment está apresentando no Brasil e em toda a América Latina a atualização dos caminhões articulados da série F. A linha é formada pelos caminhões A25F, A30F, A35F e A40F, além das versões A35FS e A40FS. “É mais um avanço nos caminhões articulados, uma linha de produtos criada e sempre liderada pela Volvo”, declara Afrânio Chueire, presidente da Volvo Construction Equipment Latin America.

Os novos caminhões foram atualizados e trazem muitas novidades e avanços tecnológicos. “O que já era bom, ficou ainda melhor”, observa Massami Murakami, diretor de marketing da Volvo CE Latin America. A série F atualizada lançada na M&T Expo 2015 compreende as faixas de 24 toneladas (A25F) até 39 toneladas (A40F) de capacidade de carga.

São muitas as modificações feitas na linha de articulados. A começar pelo novo visual, mais arrojado e atual. O visual ficou igual ao dos equipamentos da série G de caminhões articulados, comercializada nos Estados Unidos e na Europa, comunizando o design para todas as máquinas. “Os caminhões articulados da Volvo são referência no mercado”, diz Gilson Capato, diretor de vendas da Volvo CE no Brasil.

O desenho do capô ficou mais moderno, e o posicionamento do tanque de combustível e do escapamento foi alterado. Na nova versão, o tanque hidráulico está situado atrás da cabine e mais protegido contra impactos. A cabine também recebe menos calor, garantindo mais conforto ao operador, porque o escapamento está agora mais longe. “O caminhão articulado Volvo continua sendo a melhor opção”, afirma Boris Sanchez, gerente de suporte a vendas e aplicações da Volvo CE Latin America.

Maior frenagem

Agora, os eixos dos modelos A25F e A30F possuem freios encapsulados,  isto é, são em banho a óleo de circuito fechado, exatamente iguais aos se us congêneres maiores A35F e A40F. Com essa alteração, aumentou ainda mais a capacidade e efetividade de frenagem dos articulados Volvo, explica Masashi Fujiyama,  engenheiro de vendas e responsável pela linha de articulados da marca: “A capacidade de frenagem não é afetada mesmo em condições adversas, como trabalhos executados na lama ou na chuva. O funcionamento e a capacidade do freio independem das condições no canteiro de obras”, observa o engenheiro.

Segurança

Todos os corrimãos de acesso são pintados na cor laranja, para destacar do amarelo e do cinza que caracterizam todo o caminhão. “Esta modificação permite melhor visualização dos corrimãos, garantindo mais segurança e diminuindo a possibilidade de ocorrência de acidentes”, destaca Fujiyama.

Ele lembra que o bocal do tanque de combustível também teve sua posição alterada. Na nova versão, ele foi realocado para a parte frontal da máquina, diminuindo bastante a necessidade de manobras durante o trabalho de abastecimento de combustível do caminhão articulado.

O sistema de direção do articulado se mantém o mesmo e é essencial para a operação. Ele proporciona ao operador total domínio sobre a máquina, com elevada força de direção nos terrenos mais difíceis, como, por exemplo, em solos lamacentos. E possui um funcionamento seguro e preciso em alta velocidade.

Os motores que equipam os articulados atualizados são turboalimentados, com comando eletrônico e seis cilindros e desenvolvem torque elevado em baixa rotação. “São muito econômicos, com excelente desempenho, resposta muito rápida e sofrem menor desgaste. Estes atributos proporcionam uma longa vida útil ao motor”, diz Sanchez.

Força e torque

Produzidos pela Volvo, os motores são projetados para integrar-se ao trem de força da marca e oferecer melhor desempenho. Garantem a melhor utilização da força e do torque, mesmo nas mais difíceis condições de trabalho. O motor integra-se ao conversor de torque com função bloqueio (lock-up) e transmissão totalmente automática e adaptável.

Os caminhões articulados também mantiveram as importantes funções que garantem elevada produtividade. É o caso do automatismo de abaixamento da caçamba e também o ajuste do ângulo de basculamento. Com o sistema Contronic, os operadores podem ajustar o ângulo máximo de basculamento. Assim, podem limitar a altura total com a caçamba levantada, o que aumenta a segurança em operações sob linhas elétricas, em túneis ou outros serviços subterrâneos.

Fonte: Volvo




Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!