Chinesa BYD entrega ônibus elétrico que será feito no País

onibus byd

A montadora chinesa BYD, que inaugura fábrica em Campinas (SP) em agosto, apresenta nesta terça¬feira, 14, dois modelos de ônibus elétricos que serão produzidos no local, o primeiro deles a partir do próximo mês e a versão articulada a partir de janeiro de 2016.

O projeto consumirá inicialmente R$ 250 milhões e inclui uma unidade para produzir painéis solares fotovoltaicos.

Um dos ônibus, o Padron K9, faz parte de um primeiro lote de dez veículos que serão entregues à Prefeitura de Campinas para compor a frota local.

Segundo Adalberto Maluf, diretor de Relações Governamentais e Marketing da BYD, será o primeiro ônibus elétrico movido a bateria que irá rodar no País.

LEIA MAIS  NEOBUS amplia presença em São Paulo

Outras fabricantes locais, como a Eletra, já produzem ônibus movidos a eletricidade, mas eles são abastecidos por cabos elétricos por meio de duas alças conectadas à rede pública. “Nosso ônibus pode ser carregado na tomada, por exemplo à noite, fora do horário de pico”, informa Maluf.

Já o articulado K11 iniciará testes na cidade nos próximos meses. Os modelos para teste foram importados da China e dos Estados Unidos.

LEIA MAIS  Volksbus e-Flex: uma solução elétrica para transporte de passageiros

A fábrica deverá empregar 450 funcionários até o fim do ano. Nos primeiros 12 meses está prevista a produção de 500 ônibus e, no segundo ano, 1.000 unidades, informa Maluf.

Ele ressalta que, em sua totalidade, o projeto prevê investimentos de R$ 1 bilhão, valor que será dividido em fases de acordo com a demanda e a situação do mercado brasileiro.

Fonte: O Estado de S. Paulo