Motorista que ‘furou’ pedágio 984 vezes é detido

policia rodoviaria federal




Um caminhoneiro recordista em ‘furar’ pedágios na rodovia Régis Bittencourt (BR-116) foi detido na noite desta quarta-feira (19), em Registro, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, durante uma operação. Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da concessionária responsável pela rodovia, o veículo já tinha mais de 980 evasões registradas ao longo deste ano.

O caminhão branco com placas de Blumenau, Santa Catarina, foi abordado por agentes da PRF por volta das 22h15, logo após passar sem pagar o pedágio que fica no km 370 da Régis, próximo ao município de Miracatu. Após consultar a placa do veículo no sistema, os policiais descobriram que o motorista já havia repetido a infração outras 984 vezes. A tarifa básica na rodovia custa R$ 2.

Durante a operação realizada na última quarta-feira, também foram abordados outros dois caminhões com grande número de evasões de pedágio. Ambos os veículos tinham placas do Estado de Santa Catarina e seguiam no sentido São Paulo. De acordo com dados da PRF, e da concessionária Auto Pista, somados os dois caminhões eram responsáveis por 849 ‘furadas’ de pedágio na rodovia.

LEIA MAIS  Novo Delivery sai com implemento de fábrica

R$ 18 mil atrasado

Por conta dos danos causados às cancelas e o não pagamento das taxas, a concessionária cobrou dos três motoristas cerca de R$ 18 mil em pedágios atrasados. Além disso, antes de seguirem viagem, os caminhoneiros também foram multados pela PRF e responderão judicialmente por infração grave de trânsito.

LEIA MAIS  Congresso vota textos do pacote dos caminhoneiros

Fonte: TV Tribuna




2 comentários em “Motorista que ‘furou’ pedágio 984 vezes é detido

  • 19/11/2016 em 12:31
    Permalink

    Culpado ou não ? Não sei mais as transportadoras teriam que pagar o pedágio eles cobram dos clientes mas não repassam para o canhoneiro .

    Resposta
  • 30/08/2016 em 18:43
    Permalink

    De onde mesmo que eles eram?? Depois ainda querem se separar do resto do país..tomara que acontecesse mesmo..

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!