Indústria de implementos recua 41% no ano

por Blog do Caminhoneiro

Linha de montagem Librelato - Icara-SC (3)As vendas de implementos rodoviários acumulam queda de 40,9% de janeiro a agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com a Anfir, associação que representa os fabricantes do setor, foram entregues 61,5 mil reboques, semirreboques e carrocerias sobre chassis nos primeiros oito meses do ano.

A maior queda ocorreu no segmento de pesados: 47% menos reboques e semirreboques comercializados, para 20 mil unidades. No setor leve, de carrocerias sobre chassis, o recuo foi de 37,5%, para 41,4 mil unidades. Com exceção da categoria Transporte de Toras, todas as dos segmentos leve e pesado apresentaram resultado negativo.

Em comunicado o presidente da Anfir, Alcides Braga, afirmou que o setor precisa fazer mais parcerias para ajudar a criar oportunidade de negócios.

No mês passado a associação assinou um acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário que incluiu os implementos rodoviários no programa Mais Alimentos, que oferece linhas de financiamentos com juros subsidiados para agricultores familiares.

O empresário busca agora a inclusão dos fabricantes de implementos rodoviários na lista de empresas com potencial para exportar produtos, dentro das missões internacionais da Apex, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos. Isso abriria oportunidades para ampliar as exportações do setor, que de janeiro a julho fechou com queda de 17,8%, para 1,8 mil unidades.

Segundo Braga, a expectativa para a economia brasileira é de retração este ano, em função dos ajustes que o governo vem promovendo. “As avaliações dos especialistas indicam que o ano que vem também será difícil para o setor”.

Fonte: AutoData

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário