MAN estuda aderir ao PPE na fábrica de Resende

por Blog do Caminhoneiro

linha de montagem man latin americaA MAN Latin América, fabricante de caminhões e ônibus da Volkswagen no Brasil, estuda aderir, a partir de janeiro de 2016 na fábrica de Resende (RJ), ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE) do governo federal, que prevê redução de até 30% da carga horária de trabalho, com redução proporcional dos salários. Segundo o presidente CEO da montadora, Roberto Cortes, a alternativa será necessária, pois a “travessia” do período de crise da indústria automotiva brasileira será mais longa do que o projetado inicialmente.

Desde 1º de janeiro deste ano, operários da produção da MAN em Resende já estão trabalhando com 10% da carga horária reduzida e igual porcentual de redução salarial. A medida foi acertada em acordo firmado entre a montadora e o sindicato da região em dezembro de 2014 e deve valer até 31 de dezembro deste ano. Segundo Cortes, a ideia é aderir ao PPE oficial do governo somente após esse período, ou seja a partir de 1º de janeiro de 2016.

O executivo explicou que a alternativa já foi apresentada ao sindicato dos metalúrgicos do sul fluminense, mas ainda não foi debatida com profundidade. “Estivemos reunidos na semana passada com o sindicato e a comissão de fábrica e mostramos que devemos ampliar a ponte para a travessia desse período de crise”, afirmou em entrevista à imprensa após evento de lançamento do leasing operacional para caminhões da marca.

Atualmente, a Volkswagen também está negociando com o sindicato dos metalúrgicos do ABC a adesão ao PPE na fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Entre as grandes montadoras do setor, até agora somente a Mercedes-Benz e a Cartepillar (fabricantes de máquinas agrícolas) já fecharam acordos para adesão ao PPE em suas fábricas em São Bernardo e Piracicaba (SP), respectivamente.

Fonte: Estadão

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário