Iveco Hi-Way é a aposta da Cia Verde Logística para o transporte de bens de consumo‏

por Blog do Caminhoneiro

Cia Verde - Iveco Hi-Way (1)O transporte de bens de consumo, como alimentos e eletroeletrônicos, exige do transportador planejamento logístico e eficiência na entrega das cargas. Cada vez mais empresas do segmento investem para aprimorar suas frotas com veículos que proporcionem baixo custo operacional e produtividade. É o caso da Cia Verde Logística, com sede em Curitiba (PR), que adquiriu recentemente 15 Iveco Hi-Ways.

A transportadora tem filiais em Araucária (PR), Joinville (SC), Planalto (BA), Rio Claro (SP) e Vitória de Santo Antão (PE) que contam com uma frota de 210 veículos, dos quais 50 da Iveco. Em breve a rede abre nova filial em Gravataí. “Pensamos no Hi-Way porque esse caminhão oferece um pacote de vantagens único no mercado: alto rendimento, conforto para nossos motoristas, versatilidade para rodar em diferentes tipos de terreno e o atendimento diferenciado na compra e no pós-venda”, destaca Michele Caroline Prado Rudek, sócia-diretora da Cia Verde Logística. Os veículos transportarão produtos alimentícios da multinacional Mondelez.

A negociação teve o apoio da concessionária Florença, de São José dos Pinhais (PR), e do Banco CNH Industrial, que disponibilizou uma linha de crédito diferenciada, exclusiva para a compra de produtos da Iveco. Para Osmar Hirashiki, diretor de Vendas Corporativas e Vendas ao Governo da Iveco, a nova realidade do mercado de transporte exige que as montadoras entreguem mais que um veículo de qualidade, firmando uma parceria de longo prazo com as empresas. “Não se trata só de vender caminhões, é muito mais do que isso. Desde o início da negociação, passando pela entrega do produto e pelo pós-venda, nosso objetivo é atender todas as necessidades do cliente”, completa o executivo.

Iveco Hi-Way

Cia Verde - Iveco Hi-Way (2)O extrapesado da Iveco foi projetado para percorrer longas distâncias, oferecendo economia na manutenção, na operação e no consumo de combustível. São três faixas de potência, 440, 480 e 560 cv, e três versões de tração, 4×2, 6×2 e 6×4. A força do Hi-Way fica por conta do motor FPT Cursor 13, que reduz a emissão de poluentes e otimiza a combustão e o consumo de combustível. A segurança também é um dos pontos fortes do Hi-Way. Para isso, o caminhão conta com freio auxiliar Intarder que, combinado ao freio motor, chega a quase 1.000 cv de potência de frenagem.

Além da tecnologia e robustez, o Hi-Way também se destaca pelo conforto. Com ar digital, geladeira, cortina frontal elétrica, basculamento elétrico da cabine e cama High Comfort, com 2 m de comprimento e 80 cm de largura, equipada com colchão de dupla espuma, o motorista se “sente em casa” e no “seu escritório”, dirigindo o caminhão.

Linha de crédito exclusiva – Banco CNH Industrial

A Iveco lançou uma opção de financiamento com condições especiais para a compra de veículos e caminhões da marca, com apenas 10% de entrada do valor total e prazo de cinco anos para quitar o parcelamento do restante. A linha de crédito, disponível via Banco CNH Industrial, é uma solução para os transportadores que desejam adquirir veículos novos em condições mais atrativas que as oferecidas atualmente pelo Finame, principal linha de financiamento do governo federal para máquinas, equipamentos e caminhões.

As novas regras do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) para o Finame, anunciadas recentemente, restringiram o acesso a essa modalidade de crédito. Antes, era possível financiar até 100% do bem a ser adquirido. Com as mudanças, o valor mínimo de entrada é de 30% para pequenas empresas e de 50% para as grandes. Também houve aumento na taxa de juros, que passou de 6% para 9,5% ao ano para as pequenas e 10% para as grandes empresas.

A linha de crédito da Iveco, válida para os veículos da marca que possuem o código Finame, incluindo comerciais leves e extrapesados, visa complementar a parte não coberta pelo PSI, com a mesma taxa da operação feita pelo BNDES e no mesmo prazo, 60 meses. O Banco CNHI oferece ainda a possibilidade de financiamento de 20% ou 40% do caminhão em 12 meses sem juros, com pagamento iniciado em 60 dias após assinatura do contrato. Para financiar a entrada em prazos maiores que 12 meses, são oferecidas as mesmas condições de taxas e prazos do Finame PSI — 9,5% ao ano ou 0,76% ao mês para as pequenas e médias empresas (faturamento anual até R$ 90 milhões) e 10% ao ano ou 0,80% ao mês para as grandes empresas, em até cinco anos.

Fonte: Iveco

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário