Tecnofibras irá a leilão no dia 18 de novembro

por Blog do Caminhoneiro

tecnofibras - busscarA Tecnofibras, empresa do Grupo Busscar, será leiloada no dia 18 de novembro, no Salão do Júri da 5ª Vara Cível de Joinville. O leilão será realizado na modalidade pregão, ou seja, o proponente que enviar a melhor proposta terá prioridade na compra. Não significa, entretanto, que irá concretizá-la, pois a proposta precisa estar dentro do valor de avaliação de mercado, que, segundo a leiloeira Tatiane Duarte, é de R$ 73,7 milhões.

Neste pregão, não haverá lance mínimo. A proposta que for enviada será avaliada. O edital será publicado até o início da próxima semana no site www.superbidjudicial.com.br.

Esta será a terceira tentativa de venda da Tecnofibras. Em março deste ano, apenas duas ofertas foram apresentadas – a primeira, de R$ 8 milhões, e a segunda, de R$ 10 milhões. Os valores foram considerados irrisórios pelo juiz da 5ª Vara Cível de Joinville, Luís Felipe Canever, e a venda não foi concretizada.

Apesar da falência do Grupo Busscar, a Tecnofibras continua em operação, com aproximadamente 350 funcionários, e aguarda o anúncio de um novo investidor para expandir seus negócios. A empresa produz carrocerias em plástico reforçado com fibra de vidro para o setor agrícola, caminhões e trens e tem clientes como Volkswagen, Ford, Mercedes-Benz, Caterpillar e Bombardier. Em 2014, a empresa registrou faturamento bruto de R$ 58 milhões.

Imóveis da Busscar

Quarenta e cinco imóveis da Busscar – salas comerciais, galpões, apartamentos residenciais, terrenos e edificações – também serão leiloados pela Justiça no dia 23 deste mês, às 14h, na Acij. Entre as propriedades colocadas à venda, destaque para um terreno de 115,4 mil metros quadrados, localizado na avenida Santos Dumont, próximo ao aeroporto, com lance inicial de R$ 9,3 milhões.

Outro imóvel, de 4.262 metros quadrados, localizado na rua João Colin, será leiloado por R$ 6,9 milhões. Todos os ativos da Busscar podem ser conferidos no site www.superbidjudicial.com.br, que permite a oferta de lances pelo valor da avaliação. Os imóveis que não forem arrematados no primeiro leilão serão disponibilizados no segundo, no dia 10 de novembro, com lances a partir de 60% do preço de avaliação. A leiloeira oficial Tatiane Duarte afirma que a soma dos imóveis oferecidos no leilão é de R$ 37,1 milhões e que a metade deles está locada hoje.

Fonte: A Notícia

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário