Parlamentares manifestam apoio às reivindicações dos caminhoneiros

por Blog do Caminhoneiro

greve dos caminhoneirosJosé Stédile, do PSB gaúcho, defendeu os caminhoneiros que, ao longo de 2015, se mobilizaram para reivindicar melhores condições de trabalho para o setor. O deputado lamentou a insensibilidade do governo federal que, em vez de negociar, decidiu perseguir a categoria.

“Os caminhoneiros autônomos do Brasil fizeram uma paralisação para chamar a atenção da nossa Nação para a grave crise do setor: o baixo preço dos fretes, aliado ao aumento do valor do óleo diesel, está destruindo essa profissão. Pois o governo federal, ao invés de buscar uma solução para o problema, tomou uma atitude de completo desrespeito, decretando multas pesadas aos motoristas paralisados. Mas e quando outros movimentos sociais também trancam as rodovias federais por que não são tomadas as mesmas providências e as mesmas multas?”, disse José Stédile.

Para José Stédile, a atitude do governo é uma retaliação à ousadia dos caminhoneiros que pediram mudanças profundas na administração federal. Coordenador da Comissão Externa de Caminhoneiros, Celso Maldaner, do PMDB de Santa Catarina, defendeu a criação de um marco regulatório para o setor.

Segundo Celso Maldaner, além de acabar com a burocracia, o marco regulatório precisa atender não só os transportadores e motoristas, como também os caminhoneiros autônomos.

“70% de toda a produção é em cima de caminhões. Então, nós dependemos de ter uma regulamentação que regulamenta os transportadores; os próprios motoristas; principalmente também o caminhoneiro autônomo; os grandes embarcadores. Nós não temos uma legislação, hoje, que dá uma garantia para nenhum desses entes envolvidos. Então, acho que vai ser muito importante essa legislação”, disse Celso Maldaner.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário