Descarte correto dos pneus pode evitar proliferação do mosquito Aedes Aegypti

pneus velhos




Quando um pneu está gasto, é preciso substituí-lo. Mas na hora da troca, não vale deixar o antigo em qualquer lugar, é importante que ele seja destinado de forma correta. “Se descartado em um local inadequado, o material pode tornar-se um ambiente ideal para a proliferação de pequenos animais e mosquitos, como o Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika, que tem aumentado consideravelmente nos últimos meses”, explica o diretor-superintendente da Continental Pneus, em Camaçari, Sérgio Rocha.

Mas, qual a melhor forma de descartar um pneu? O ideal é levá-lo a um ponto de coleta. A Continental Pneus, por exemplo, realiza o recolhimento em todas as suas lojas revendedoras através da Reciclanip, única entidade do país voltada exclusivamente para a coleta e destinação de pneus. “No momento da troca, o consumidor pode deixar o pneu antigo na própria loja da Continental. Quando atingimos a quantidade de 2.000 pneus de passeio ou 300 de caminhões recolhidos, comunicamos à Reciclanip, que programa a retirada e reaproveita esse material de diversas formas, como combustível alternativo para indústrias, asfalto ecológico, solados de sapato, entre outros”, explica Sérgio.

De 2010 a 2015, a Continental coletou e destinou adequadamente 200.000 toneladas de pneus inservíveis em todo o país, o equivalente a aproximadamente 40 milhões de unidades. “Prezamos pela sustentabilidade e preservação do meio ambiente e por isso realizamos todo o trabalho necessário para evitar que os pneus sejam descartados de maneira ambientalmente incorreta”, complementa o diretor-superintendente.

LEIA MAIS  Juíza proíbe Fibria de transportar madeira em cidade de São Paulo

O descarte dos pneus inservíveis pode ser feito no momemto da troca: em Salvador, a Continental Pneus possui lojas no Comércio, Pituba e Itapuã. Em Camaçari, duas lojas estão no Alto da Cruz e o descarte também pode ser realizado através da coleta da Limpec (Empresa de Saneamento Ambiental), no bairro Jardim Limoeiro.

LEIA MAIS  Juíza proíbe Fibria de transportar madeira em cidade de São Paulo

Fonte: Divulgação




Deixe sua opinião sobre o assunto!