F-Truck: Diogo Pachenki diz que Giaffone precisa ser batido

por Blog do Caminhoneiro

formula truck (2)Apesar de fazer seu melhor início de temporada desde 2013, ano em que estreou na Fórmula Truck, Diogo Pachenki, vice-líder do Campeonato Brasileiro, afirma que ele e sua equipe têm de melhorar muito para se aproximarem do líder Felipe Giaffone, vencedor das duas corridas neste ano: Santa Cruz do Sul e Curitiba. Pachenki espera que em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, no dia 15 de maio, na terceira etapa de 2016, ele repita o pódio e a sequência ascendente que apresentou nas provas de abertura, quando foi, respectivamente, terceiro e segundo colocado.

“Essa melhora no começo é consequência de eu e meu patrocinador (Copacol) e a equipe nunca termos parado de trabalhar para buscar melhores resultados. Temos visto o Felipe muito bem nas duas corridas deste ano e precisamos evoluir para chegar no final do ano disputando o título, que é meu grande objetivo. O Felipe é o piloto a ser batido e a RM Competições a equipe a ser batida. Temos de dar um passo à frente e melhorar três ou quatro décimos”, disse Diogo.

Além da excelente fase de Giaffone, outra dificuldade que Pachenki vê em Campo Grande é que seu Mercedes-Benz bicudo tem para andar em circuitos travados, como o da capital do Mato Grosso do Sul.

“Meu caminhão tem andado melhor em traçados onde a velocidade é mais elevada e Campo Grande tem muitas curvas de baixa velocidade. Vamos ver se conseguimos evoluir o quanto precisamos para esta corrida, pois além do Felipe existem, no mínimo, oito pilotos com chances de vencer e de brigar pelo título. Além dos primeiros na tabela, o Leandro Totti vai andar muito bem com o Volvo, e o David Muffato vai incomodar com o seu MAN entre outros”, completou Diogo.

Fonte: Divulgação

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário