Foton confirma ampliação de fábrica no RS

por Blog do Caminhoneiro

foton caminhoesA Foton International Trade confirmou que irá ampliar da unidade industrial de Guaíba. A fábrica ganhará a inclusão de uma nova linha de montagem, para a produção de Vans e SUVs. A confirmação foi dada na terça-feira ao governador José Ivo Sartori pelo presidente da empresa, Chang Rui, em reunião no Palácio Piratini. A unidade de Guaíba será a base exportadora da montadora para a América Latina, principalmente para a Argentina.

A Foton é a número um na China na montagem de caminhões. Nos últimos cinco anos, a empresa fabricou seis milhões de unidades. “Teremos uma linha de produção extensa no Brasil e com 60% da produção nacional, cumprindo nossa promessa”, afirmou.

As obras no terreno da montadora, em Guaíba, devem ser concluídas em dez meses e os primeiros caminhões, produzidos nas instalações da Agrale em Caxias do Sul, estão prontos entre junho e julho. Enquanto aguarda a construção da fábrica própria e mantendo rigorosamente seus planos de produção de veículos comerciais no Brasil ainda este ano, a Foton produzirá seus caminhões de 3.5 e 10 toneladas nas instalações industriais da Agrale.

O BNDES aprovou, em março, o empréstimo de R$ 65 milhões, destinado à construção da fábrica de Guaíba, que terá capacidade de produção de 20 mil caminhões por ano. O investimento total é de R$ 250 milhões e deverá gerar 300 empregos diretos e mil indiretos.

Foton no RS

O protocolo de intenções entre o Rio Grande do Sul e a Foton foi assinado em agosto de 2013 e, em novembro de 2014, foi firmado o primeiro termo aditivo. Inicialmente seriam produzidos caminhões de 3.5t até 24t, e mais tarde, após cinco anos, os modelos extrapesados até 45t. Agora também serão construídos Vans e SUVs.

Do valor total de R$ 250 milhões do empreendimento, R$ 160 milhões são para a construção da fábrica, numa área de 190 metros quadrados, e o restante será investido em uma nova área de desenvolvimento de produtos.

O início das operações estava previsto para o primeiro semestre deste ano, mas com o atraso no financiamento do BNDES de R$ 65 milhões, a previsão passou para metade de 2017. Já foram feitas as obras de terraplanagem, fundações e estaqueamento do prédio principal.

O projeto faz parte do programa Inovar Auto, da Secretaria da Fazenda, que possibilita alguns benefícios na importação de veículos, mediante a instalação de fábrica no Brasil e a produção com 65% de conteúdo nacional. A Foton já tem licença ambiental para instalação. A montadora chinesa iniciou as atividades no Brasil em 2010.

Fonte: Diário de Canoas

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário