Scania traz tecnologia mundial para o Brasil

scania v8




A Scania inaugura nesta terça-feira (26), o laboratório que será responsável por desenvolver, testar e certificar motores. A nova área de pesquisa, que demandou investimento de R$ 40 milhões, é a primeira da empresa fora da Suécia. “Com essa iniciativa inserimos o Brasil no contexto da mais alta tecnologia do setor automotivo, refletindo, ao mesmo tempo, nosso compromisso com o País e com um sistema de transporte sustentável”, diz Per Olov Svedlund, presidente e CEO da Scania Latin America.

Composto por duas células, o laboratório está equipado para realizar testes que vão auxiliar a empresa a construir e homologar motores mais eficientes em termos de utilização de combustíveis alternativos, durabilidade de componentes e consumo eficiente.

“Com essa estrutura respondemos, por um lado, a uma demanda global em ascensão por testes de motores, impulsionada não apenas pela melhoria no rendimento, mas em busca de tecnologias mais sustentáveis. Por outro, reforçamos o posicionamento da Scania como empresa orientada pela inovação e pela engenharia, líder na utilização de combustíveis alternativos e no desenvolvimento de novos produtos”, explica Henrik Alfredsson, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da fabricante sueca para América Latina.

Trazer esse laboratório para o Brasil representa também, na prática, acelerar o processo de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias em conjunto com a matriz sueca da fabricante. “Trouxemos para São Bernardo o estado da arte em tecnologia. Contar com esse tipo de equipamento nos ajuda a acelerar as pesquisas, consequentemente o desenvolvimento de novas soluções em transporte, traduzidas em menor consumo de combustível e em efetiva contribuição para um sistema de transporte sustentável”, afirma Rogério Rezende, diretor de Assuntos Institucionais e Governamentais da Scania Latin America.

O laboratório está equipado para realizar testes e monitoramento em até dois motores testados por vez, permitindo que a equipe de engenheiros tenha informações sobre desempenho dos componentes e de resultados gerados “em tempo real” a partir da queima do combustível e emissões de poluentes. As informações captadas a partir das análises podem servir como base para projetos de novos motores ou melhorias nos que já equipam os veículos da marca.

“A Scania sempre foca suas atividades de desenvolvimento em soluções que tenham baixo impacto no meio ambiente”, afirma Per-Olov Svedlund. “Esse investimento traz mais tecnologia para nossa planta, reafirma a qualidade de nossos produtos e incrementa a capacitação de nossos engenheiros.”

O laboratório está preparado para testar qualquer tipo de motor a combustão, incluindo os propulsores Scania V8 e o novo modelo Euro 6, que ainda não tem legislação vigente na América Latina, mas a Scania começará a exportar partir do segundo semestre deste ano para mercados da Europa.

Fonte: Scania

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL





Seu e-mail (obrigatório)






Deixe sua opinião sobre o assunto!