Pesquisa revela que 80% dos caminhoneiros estão acima do peso

por Blog do Caminhoneiro

Winfried Biermann - Caminhoneiro cantorSegundo dados obtidos pelo Saúde na Boleia, programa da Arteris que promove bem-estar e qualidade de vida entre os caminhoneiros, a obesidade continua sendo o principal problema entre estes motoristas. Na 38ª edição da campanha, realizada pela concessionária Centrovias na semana passada na rodovia Washington Luís, em São Carlos, 41% dos avaliados estavam com sobrepeso e 40% obesos, de acordo com os critérios de classificação do IMC (índice de massa corpórea). A ação, que atendeu 274 pessoas, integra as iniciativas do grupo em apoio ao Maio Amarelo, movimento mundial pela redução de mortes no trânsito.

Entre os motoristas examinados também foi possível constatar que 40% estavam com os níveis de colesterol e triglicerídeos alterados, 29% hipertensos, 22% com índice glicêmico alto e 17% com perfil de sonolência considerado mais arriscado para sofrer acidentes. O Saúde na Boleia oferece gratuitamente aos caminhoneiros exames básicos de saúde, além de vacinação, orientações clínicas e nutricionais e ginástica laboral. São parceiros do programa na região o Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), Posto Rubi Graal e Droga Raia.

Pesquisas feitas pelo Saúde na Boleia com mais de 100 mil motoristas, em rodovias de 5 estados brasileiros, mostram que 30% deles possuem planos de saúde, mas muitos não podem usufruir, já que grande parte dos convênios atendem regionalmente. O levantamento também aponta que 47% dormem fora de casa cerca de 20 dias por mês e, para driblar o cansaço da profissão, 3 % utilizam anfetaminas (rebite), substância condenada por todas as organizações de saúde. Metade dos entrevistados afirmaram que dormem no próprio caminhão e apenas 3% ficam hospedados em hotéis na rotina de trabalho.

Fonte: Divulgação

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

Escreva um comentário