Cai número de pedidos de renovação de carteira de motorista de caminhão

crise_caminhoneiros_13_07_2016




Departamentos de trânsito de pelo menos quatro estados brasileiros registraram uma diminuição nos pedidos de renovação de carteiras de motorista de veículos pesados. O sindicato dos caminhoneiros nega que isso tenha relação com a exigência de exames toxicológicos, que entrou em vigor há sete meses.

Parece um exame comum no laboratório. Mas eis que de repente, no lugar da seringa surge o barbeador.

É o procedimento que detecta o uso de drogas com a análise dos cabelos ou pelos do corpo. A novidade causou surpresa na estrada, mas aos poucos o pessoal foi se acostumando.

Os números também causam surpresa. Em alguns estados, a renovação das carteiras para veículos pesados despencou. E, ao mesmo tempo, aumentaram muito os pedidos para rebaixar a habilitação para a letra B, que só permite dirigir carros comuns.

No Rio de Janeiro, de março a agosto de 2015, o Detran recebeu 119 pedidos de rebaixamento da habilitação.  Em 2016, foram mais de 22 mil pedidos.

LEIA MAIS  PRF recupera carga roubada pelo próprio motorista do caminhão

No Paraná, o número de carteiras C, D, e E não renovadas quase triplicou. Em Minas, a emissão de carteiras caiu 35%

Em São Paulo, o exame só passou a ser obrigatório em julho.  O número de carteiras para veículos pesados caiu bruscamente desde então.

Para os defensores do exame, essa fuga das renovações é a prova de que muitos motoristas que usam drogas regularmente estão evitando o teste do cabelo.

Já os caminhoneiros dizem que um dos problemas é o preço do exame: no mínimo R$ 295, que atualmente pesam ainda mais.

“É exatamente a crise econômica por que passa o país. E você sabe que o transporte de cargas é o espelho da economia nacional”, disse Nélio Botelho, presidente do Sindicato dos Caminhoneiros – RJ.

Olhando as imagens pode até não parecer, mas o movimento de caminhões nas estradas diminuiu. De março a agosto a queda foi de 6%.

LEIA MAIS  Tatra apresenta nova linha Phoenix

Já os acidentes com caminhões caíram numa proporção bem maior: 38% de março a junho de 2016, em relação ao mesmo período de 2015.

De cada cem veículos que trafegam pelo país, só quatro são de grande porte: caminhões, ônibus ou carretas. Mas esses gigantes do asfalto são responsáveis por mais da metade das mortes em acidentes.

Especialistas querem ampliar a obrigatoriedade do teste para todos os motoristas e assim tornar impossível dirigir sem usar o barbeador.

“Sem dúvida nenhuma é o futuro, é o controle para todos os condutores, até porque ninguém pode conduzir veículos e ser usuário de substância psicotrópicas”, diz Rodolfo Risotto, esp. segurança no trânsito.

Fonte: Jornal Nacional




103 comentários em “Cai número de pedidos de renovação de carteira de motorista de caminhão

    • 22/10/2016 em 23:28
      Permalink

      Kkkkkkkk kkkkkkkk
      Se eu falo isso deve ser pq eu sei do que estou falando.
      Sou motorista também e conheço muitos motoristas com a carteira vencida pq estão com medo de fazer o exame.
      É pelo tom de suas palavras…..
      Vc deve estar na mesma linha

      Resposta
    • 23/10/2016 em 00:40
      Permalink

      Pode ser tem alguns sim noiados. Mais também tem muinta gente com categorias profissionais que não exercem mais a atividade de motorista ou porque se aposentou ou mudou de profissão e por isso nao compensa gasta com um exame que convenhamos não e barrato por isso acho que caiu a renovação e almento os pedidos de rebaixamento de categoria.

      Resposta
  • 22/10/2016 em 19:52
    Permalink

    Acharia justo se este exame fosse exigido para policiais, médicos e outras classes também, mas só o caminhoneiro? E sobre o álcool, considero droga tbm. Lembre-se q é o caminhoneiro q abastece o país.

    Resposta
  • 22/10/2016 em 15:20
    Permalink

    O povo acha q é por causa das drogas…
    Pra quem não sabe é pq não tem serviço!
    Ou vcs acham q o índice de acidentes diminui com a fiscalização?!
    Diminui pq tem muito caminhão parado!

    Resposta
    • 23/10/2016 em 17:29
      Permalink

      Verdade mesmo o transporte brasileiro está falido transportadora ki tem mais de 600 caminhões 450 estão parados dentro do pátio isso a mídia não mostra

      Resposta
  • 22/10/2016 em 11:55
    Permalink

    como eles vão disser q o motorista usa droga se aqui eles nem tem tecnologia para isso e outra esse exame não vai diminuir acidente por q esses não são só com cat profissional eu acreditava nisso só se fosse como o de alcóol fosse feito na hora. Depois de renovar a carteira qm usa tem um tempão pra seguir usando e outra o tempo de validade do exame é um roubo pois conta do momento q tu vaz e ai q culpa temos nos com a demora q leva pra voltar. vou disser uma coisa curta e grossa alquém dos orgãos do transito ta ganhando muito dinheiro com isso sem falar nos laboratórios americanos eles são pobres né.

    Resposta
  • 22/10/2016 em 14:42
    Permalink

    só pode tu ter q pagar R$600 pra renovar e ganhar mil e poucos de salário isso é uma vergonha deixou de ser profissão tu não é reconhecido e por mais engraçado esse roubo os caminhoneiros tão aceitando numa boa

    Resposta
  • 22/10/2016 em 11:08
    Permalink

    e vdd esse exame vai pega muita gentes

    Resposta
  • 22/10/2016 em 13:39
    Permalink

    Né isso ,pra mim é roubo cobrar o tal de exame toxicológico , até porque não tou exercendo a profissão no momento ,e minha carteira tá próximo de vencer ,e vou ter que renovar é foda vou ter que desembolsar quase 500 reais .os governantes fazem de tudo pra roubar + e + da gente .

    Resposta
  • 22/10/2016 em 11:02
    Permalink

    Aposentei nessa profissão nunca tive acidentes e não deixei meu filho seguir por não valer a pena é tudo na nossas costas e sem retorno sem segurança sem valor sem ver a família crescer só ilusão e ainda tem que pagar pra produzir provas contra si mesmo é pra kbá mesmo enche o prato dos outros e nosso sempre vazio

    Resposta
    • 22/10/2016 em 15:06
      Permalink

      Concordo com o senhor em partes, até a onde vc diz que não deixou seu filho ser caminhoneiro foi o que vc pode fazer de melhor pra educar seu filho…Até aí eu concordo. Agora falar que produzir provas pra acusar a si mesmo a não ser que vc esteja usando drogas, aí vai complicar mesmo…..Eu sou totalmente a favor da lei….Tem muito drogado na pista SIM…..
      EU FIZ O EXAME E PASSEI….

      Resposta
    • 22/10/2016 em 15:15
      Permalink

      Principalmente cachaceiro esse exame teria que ser feito a todos os usuários de rodovia não só caminhoneiros não sou contra o exame não parceiro fica a dica

      Resposta
  • 22/10/2016 em 07:58
    Permalink

    Eu concordo com exames desde q seja so uma taxa pequena pra pagar..tem muito amigo q presiza de tratamento e nao concorda acha q esta certo trabalhar sobe efeito de drogas

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!