A arte de consertar os gigantescos pneus dos caminhões mineiros

por Blog do Caminhoneiro

caminhao-de-mineracaoOs caminhões mineiros são maravilhas da engenharia, capazes de transportar em torno de 350 toneladas métricas em seus maiores modelos e de suportar as inclemências dos tortuosos caminhos que ligam as minas com os centros de processamento, depósitos ou pontos de descarga. Não é por acaso que estes e suas peças sejam ademais obviamente extremamente caros. Cada pneu pode chegar a custar ao redor de 30 mil dólares (101 mil reais), motivo pelo qual simplesmente substituí-los quando são danificados não é algo comum, optando-se pelo reparo dos mesmos.

Os danos ocorrem geralmente devido às condições das estradas e, lógico, pelo peso que transportam. Não obstante, devido a que os mesmos, por regra geral, possuem uma camada exterior de 25 a 35 centímetros de borracha vulcanizada reforçada, muitas vezes estes pneus em vez de furar simplesmente “engolem” o objeto que causa o dano, permanecendo funcionais. No entanto, se isto não for consertado a tempo, com a retirada do objeto incorporado dentro do mesmo e substituindo a borracha sintética, o dano pode chegar a inutilizar integralmente o pneu, motivo pelo qual cada mineradora tem entre seu pessoal uma equipe de borracheiros com a única tarefa de consertar pneus danificados.

Fonte: Mdig

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

1 comentário

Artur Pereira 09/12/2016 - 23:03

Gabriel Moro

Reply

Escreva um comentário