Governo vai financiar 10 mil ônibus novos por meio do Refrota




A Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana (Semob), do Ministério das Cidades, autorizou, nesta terça-feira (17), a contratação de 100 ônibus no âmbito do Programa de Renovação de Frota do Transporte Público Coletivo Urbano (Refrota 17).

O programa incentiva a melhoria do transporte público coletivo urbano, atendendo à Política Nacional de Mobilidade Urbana e ao objetivo do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte).

Assim, o Refrota contribui para ativar a economia, reativar a indústria, e transformar a mobilidade em um segmento sustentável.

De acordo com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, o ministério tem promovido e acelerado agendas positivas nessa área.

“O programa garante a melhoria na oferta e qualidade do transporte, o que beneficia mais de 30 milhões de brasileiros que utilizam o sistema diariamente”, afirma.

O presidente da Associação Nacional dos Transportes Urbanos, Otavio Cunha, reforçou o impacto positivo. “Cada ônibus novo gera 5 empregos diretos, então temos grandes expectativas de que haja uma melhora significativa na mobilidade”, ressalta.

A expectativa é que o projeto agilize a contratação de novos ônibus. “Serão R$ 3 bilhões disponíveis para renovação e ampliação da frota. A meta é financiar dez mil veículos”, anuncia o secretário nacional de Mobilidade Urbana, José Roberto Generoso.

A próxima reunião para avaliação coletiva e monitoramento do Refrota está marcada para o dia 16 de março.

Fonte: Portal Brasil





4 comentários em “Governo vai financiar 10 mil ônibus novos por meio do Refrota

  • 19/01/2017 em 12:26
    Permalink

    Gostaria, que esses ônibus chegassem nos municípios, onde só se anda a pé, ou em camioneta nas carrocerias sem segurança. O território nacional tem 5570 municípios. 10.000 ônibus é pouco. O correto e colocar mais zeros atras desse 10.000 para atender o interior do Brasil. O resumo disso tudo é que a força do Brasil, esta no interior.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!