‘Ficaram rodando comigo a noite toda’, diz motorista que teve caminhão roubado




O caminhoneiro que foi assaltado por criminosos enquanto fazia o transporte da carga de 24 toneladas de carne pela rodovia Castello Branco (SP), na noite de domingo (2), contou em entrevista que ficou rendido durante toda a madrugada de segunda-feira (3) no interior de um veículo. A carne roubada, que havia saído de Martinópolis (SP) e tinha como destino São Paulo, foi encontrada sendo descarregada em uma borracharia de Boituva (SP). Três homens foram presos por receptação.

“Uma moto bateu na porta e, a hora que eu olhei, o homem mandou eu encostar. Eu não atendi o pedido e ele fez o gesto de estar armado. Ele disse que já estava perdido. Acompanhei ele com a moto. Dali eu não sei para que lado a moto foi e quando percebi tinham três homens ao redor. Pediu para não olhar para eles. Sai pelo vidro da porta do caminhão e obedeci o pedido deles para não olhar para eles. Em seguida, eles me conduziram para dentro de uma Kombi e pediu para deitar. Na hora que deitei, me cobriram com pano da cabeça. Ficaram rodando comigo a noite toda”, afirma.

A vítima ainda relatou que foi liberada na rodovia Castello Branco só no período da manhã. “Pra quem nunca passou por isso, olha, é medo o tempo todo. Você fica apreensivo. Me soltaram na Castello Branco, me entregaram o celular e pediram para cruzar a pista sem olhar para trás. Foi o que eu fiz. Perguntei onde estava e liguei para o meu patrão que me informou que estava no local onde estava o caminhão”, afirma.

Segundo o delegado Emerson Jesus Martins, após buscas, o caminhão foi encontrado estacionado dentro de uma borracharia no bairro Recanto Maravilha. “Pela manhã começou a investigação e além dos três que foram apreendidos no local, já conseguimos identificar o proprietário onde a carne estava sendo descarregada. Diante das evidências colhidas, a suspeita é que a carne seria distribuída aqui na região. Eles poderão responder por receptação, pois a carne foi objeto de roubo. Todos os envolvidos já foram identificados, temos suspeitos de alguns compradores”, afirma.

Em um vídeo gravado dentro do galpão é possível ver quantidade de carne que já tinha sido descarregada e que parte da instalação elétrica do painel também foi arrancada. Ainda segundo o delegado, investigações apontam que trata-se de uma quadrilha organizada.

“Eles faziam a abordagem e, em seguida, faziam a anulação do sinal do GPS para monitoramento. O importante que é que antes de comprar carne os compradores se atentem a origem da carne, pedir nota fiscal, para coibir esse tipo de caso”, afirma.

Os três suspeitos foram levados pela delegacia, onde foram autuados. Dois deles já tem passagens pela polícia, um por tentativa de homicídio, outro por tráfico e furto. O dono da borracharia já foi identificado, mas segue foragido.

Investigação

A Policia Civil afirma que já identificou o dono do galpão onde a carne estava escondida e ele segue foragido. Agora, as investigações serão para descobrir quantas pessoas participaram do crime, e se a carne roubada seria distribuída na região.
“Todas as oitivas feitas é para tentar chegar aos endereços que estavam comprando a carga de roubo. Os averiguados não disseram nada sobre onde a carga seria entregue. A polícia está trabalhando nessa linha para saber onde iam ser entregues essa carne”, afirma o delegado.

Ainda segundo a polícia, a carga foi apreendida e, em seguida, liberada ao dono do frigorífico. “Toda vez que um produto é roubado ou furtado ele é apreendido. Depois, é feita uma avaliação para verificar qual o valor daquele bem que foi objeto de roubo e após a identificação e perícia no local, é entregue para a vítima desde que ela apresente nota fiscal. A vítima veio até a delegacia e apresentou toda comprovação de que era lícita e a polícia liberou ao proprietário”, diz.

O gerente do frigorífico disse que toda a carne vai ser entregue pra seguradora para ser descartada.

Fonte: TV TEM





2 comentários em “‘Ficaram rodando comigo a noite toda’, diz motorista que teve caminhão roubado

  • 04/04/2017 em 16:12
    Permalink

    Eu também já tive meu caminhão roubado em Jundiaí SP, semana passada tentaram roubar novamente, desta vez na descida para Santos, rodovia Anchieta, os bandidos além de não ter medo algum da polícia encontram trabalhadores desarmados e totalmente sem reação nas madrugadas, é muito fácil roubar, a sensação de revolta, da falta de segurança é muito grande, inclusive somos alvos de pequenos furtos e pequenos prejuízos constantemente ao redor dos terminais na baixada Santista e Guarujá, existem policiais apenas para lavrar multas, sendo elas na maioria injustas, geradas pela propria falta de estrutura que o estado não oferece. Isso aqui é Brasil, infelizmente dá vergonha!

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!