Incêndio atinge unidade de plásticos da Marcopolo

O Corpo de Bombeiros de Caxias do Sul usou pelo menos três caminhões para combater o incêndio que atingiu a unidade de produção de componentes plásticos da fábrica de Ana Rech da Marcopolo, em Caxias do Sul. A intensidade do sinistro fez com que unidades da corporação de Bento Gonçalves e Flores da Cunha viessem em auxílio para combater as chamas na tarde deste domingo. Ambulâncias do Samu e de equipes de resgate também foram acionadas para eventual necessidade de atendimento. A BR-116 foi bloqueada pela Polícia Rodoviária Federal durante parte da tarde em função da fumaça que cobria a rodovia.

LEIA MAIS  Volare reforça participação de mercado em Santa Catarina

O prédio atingido fica a uma distância de aproximadamente 150 metros do pavilhão de produção principal da Marcopolo. Em função desta distância e do trabalho dos bombeiros, o fogo não se alastrou para outras unidades. As chamas teriam se espalhado de forma rápida em razão da composição do material altamente inflamável. O material provocou densa coluna de fumaça negra, que foi visualizada de vários pontos de Caxias e mesmo de municípios vizinhos. O plástico está presente em pelo menos um terço da composição de cada veículo que é fabricado pela companhia.

LEIA MAIS  NEOBUS amplia presença em São Paulo

Quando o incêndio começou, por volta de 15h, havia em torno de 10 funcionários de uma empresa terceirizada realizando trabalho de manutenção no pavilhão. Dois trabalhadores teriam sido sofrido ferimentos leves. A assessoria de imprensa informou, às 19h30min, que os setores de produção, logística e qualidade não trabalharão hoje.

Fonte: Jornal do Comércio