Pedágio vai emitir nota fiscal

por Blog do Caminhoneiro

Uma reclamação frequente dos usuários de rodovias pedagiadas é a falta de nota fiscal. Mas a Receita Federal tomou uma medida para resolver a questão. Por instrução normativa, determinou que as concessionárias de rodovias passem a emitir cupom fiscal. A exigência vale a partir do primeiro dia de janeiro de 2018, para todas as empresas que atuam no Brasil.

A nova regra ainda precisa de regulamentação para que questões básicas sejam definidas. Por exemplo: será possível colocar CPF ou CNPJ no cupom fiscal? Isso irá conturbar o trânsito, tornando ainda mais demorada a passagem pela praça de cobrança? Como fica a situação de quem tem dispositivos móveis, como Via Fácil? A expectativa é de que as normas sejam fixadas nos próximos dias, dando tempo para as concessionárias se adaptarem para cumprir a nova obrigação.

Sem dinheiro de volta no Nota Paraná

As concessionárias recolhem tributos federais, como Imposto de Renda e Cofins, e também o Imposto Sobre Serviços (ISS), que é municipal – calculado de acordo com o tamanho do trecho de rodovia que corta cada cidade e repassado diretamente às prefeituras. Portanto, os cupons fiscais que passarão a ser emitidos nas praças de pedágio não renderão créditos para os cadastrados no Nota Paraná.

A coordenadora do Nota Paraná, Marta Gambini, esclarece que apenas aquisições feitas em empresas que recolhem ICMS fazem parte do programa. Ela explica que o objetivo da iniciativa é combater a sonegação do imposto estadual e que, nesse caso, não faz sentido premiar o consumidor que, ao pedir a nota, não está contribuindo para melhorar a arrecadação.

Reclamações

Nos últimos meses se avolumaram os casos de usuários que exigem a nota fiscal nos postos de pedágio. Há vídeos circulando na internet “alertando” que o direito de abater a cobrança no Imposto de Renda foi desrespeitado por causa da falta do documento fiscal. João Chiminazzo Neto, diretor regional da Associação Brasileira das Concessionárias de Rodovias (ABCR), afirma que informações inverídicas estão sendo disseminadas. Ele destaca que o pagamento de tarifa de pedágio não pode ser “descontado” no Imposto de Renda e que o recibo atualmente entregue tem valor contábil em prestações de contas de empresas.

Há usuários que, quando não recebem a nota fiscal na praça de pedágio, passam sem pagar a tarifa. Também foram registrados casos ainda mais graves, como no último final de semana, quando um motorista agrediu o atendente que explicava sobre a inexistência de cupom fiscal.

Chiminazzo comenta que as empresas esperam que, com a emissão dos documentos fiscais, o número de problemas diminua nas praças do Paraná. “Até que o sistema seja definido e instalado, rogamos que as pessoas parem de pedir”, conta.

Fonte: Gazeta do Povo

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

35 comentários
0

Artigos relacionados

35 comentários

Jeferson Marques 09/09/2017 - 23:57

Agora, eles vão aumentar o valor. .

Reply
Mary Sylva 09/09/2017 - 23:17

Nao so emitir a nota fiscal,tem que abaixar tambem, muita exploraçao,tantos pedagios e tudo um abisurdo.

Reply
Odenilson Rodrigues Muniz 09/09/2017 - 23:08

Na BR 116 tem uns bandidos q afroxam a corda dos caminhões e os seguem esperando acontecer o acidente ou o tombamento da carga pra saquearam a mesma ,isso nos trechos de Serra de São Paulo a Curitiba,em agosto fui pra Curitiba PR de carro e vi vários acidentes desse tipo e um dono de posto me contou isso,se vc para num posto de combustíveis antes de subir a serra pra tomar um cafezinho os bandidos entram em ação afrouxando as cordas( cintas) e daí quando vc segue viagem acontece o acidente na primeira ou na próxima curva ,daí eles já vem com picapes e saqueiam a carga ,fica o alerta aí pros caminhoneiros q passam pelo local ,sempre q for sair com o caminhão chequem as cordas ou cintas!

Reply
Flávio Rega 05/09/2017 - 13:21

Então se preparem para aumento.

Reply
Vilson De Souza Santi 05/09/2017 - 10:20

no Paraná será q vai ficar mais caro é o pedagio mais caro do .mundo e as estrada mais ruim

Reply
Ernandes Comodoro 05/09/2017 - 08:33

Eu trabalho em uma rodovia pedagiada e sou a favor sim da nota fiscal, assim acaba de vez com essa cobrança pela mesma, eu acredito que quem vai perder com isso serar os municípios no iss, as empresa tem contratos fechados com o governo e certamente não vão querer perder o que já pagaram pro governo, então mais uma vez essa conta vai para todos ” nós”. Vamos esperar pra vê como vai ficar.

Reply
Ricardo Philippi 05/09/2017 - 01:31

Com cupom fiscal ou sem cupom, nada vai mudar, as concessionárias continuam pagando os impostos e a outorga da rodovia.
Agora quero ver os idiotas dos vídeos, se vão continuar pedindo depois que começar a emissão…. E tem que obrigar a dar o documento e preencher com cpf, RG, endereço,placa do veículo, reboques e km….

Reply
Leonardo Fanti 05/09/2017 - 00:55

Tiago Loss

Reply
Adriano Santana 05/09/2017 - 00:17

Vai aumentar o valor e não vai ser pouco

Reply
Wellington Teador 04/09/2017 - 22:56

Demorou

Reply
Wilson Cossalter 04/09/2017 - 22:33

Como vai ficar a filA

Reply
Gercy Boechat de Castro 04/09/2017 - 22:00

Vai ficar mais caro !!! Provavelmente !!!

Reply
Oseias Oliveira 04/09/2017 - 21:34

30 ovos por $9.99 tá muito barato.

Reply
Pedromoraes Moraes 04/09/2017 - 20:19

Faz mais que obrigação

Reply
Elenir Cieslak 04/09/2017 - 19:21

Concordo vão pagar imposto

Reply
Sergio Augusto Volski 04/09/2017 - 18:14

Vão ter que pagar imposto tambem?

Reply
Edson de Azevedo 04/09/2017 - 17:48

Valeu pessoal

Reply
Gilberto Luz 04/09/2017 - 17:35

Oq adianta com certeza vão aumentar o valor quem vai se f… E o povo

Reply
Milena Jaeger 04/09/2017 - 17:14

Felipe Melgarejo Rodrigues

Reply
Alexandre Marques 04/09/2017 - 16:53

Verdade mais e nessa mesma estrada que vc sircula né amigo e se não tivesse o pedagio como seria as estradas Serra. .????????

Reply
Gledisson Costa 04/09/2017 - 16:09

Que bom assim o governo para de assaltar as pessoas ou seja o povo.

Reply
Joao Carlos Tumelero 04/09/2017 - 15:48

Por que só em 2018? Alguem pode abrir uma empresa e só tirar nota no ano que vem?

Reply
Jeferson Fernando Dubiela 04/09/2017 - 17:29

Boaaaa! !

Reply
Bruno Andrade 04/09/2017 - 18:40

Pedágio não é está neste momento obra emitir nota fiscal, pois a atividade econômica é a arrecadação de tarifa (preço público), segundo entendimento do STF, portanto desabrigado de emitir nota fiscal.
A Receita Federal, editou uma Instrução Normativa, que obriga a emissão de nota fiscal nos pedágios, a partir de 01/01/2018.
Mas até lá, ainda cabe contestação por parte das Concessionárias.

Reply
Joao Carlos Tumelero 04/09/2017 - 20:13

Não precisa tirar nota mas tem que pagar os impostos.

Reply
Ricardo Philippi 05/09/2017 - 01:31

Com cupom fiscal ou sem cupom, nada vai mudar, as concessionárias continuam pagando os impostos e a outorga da rodovia.
Agora quero ver os idiotas dos vídeos, se vão continuar pedindo depois que começar a emissão…. E tem que obrigar a dar o documento e preencher com cpf, RG, endereço,placa do veículo, reboques e km….

Reply
Joao Carlos Tumelero 05/09/2017 - 01:33

Isso foi uma palhaçada. Mas o ticket no pedágio poderia ser um cupon fiscal com a placa do veículo. Se é uma prestação de serviço deve pagar imposto municipal também. Concorda?

Reply
Marciano Bernardy 04/09/2017 - 15:46

Que???????? Agora??? One ia o valor do imposto???????????????? BOLSO

Reply
Robson L Caetano 04/09/2017 - 15:45

Aí para cobrir os gastos com papéis almenta o valor do pedágio.

Reply
Vera Rodrigues 04/09/2017 - 15:30

Reply
Vera Rodrigues 04/09/2017 - 15:30

Será verdade não só uma pegadinha

Reply
Horencio Gomes Lima 04/09/2017 - 15:24

Legal, aí sim

Reply
Marinho Fontanelli 04/09/2017 - 15:16

Ha vai?

Reply
Juninho Oliveira 04/09/2017 - 15:06

Tem que emitir mesmo esses povo só roba dá gente

Reply
Fernando Oliveira 04/09/2017 - 14:59

Juninho Oliveira

Reply

Escreva um comentário