Justiça proíbe tráfego de caminhões na rodovia MT-251

por Blog do Caminhoneiro

A pedido do Ministério Público do Estado (MPE), a Justiça estadual restringiu o tráfego de caminhões na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), estrada parque que liga Cuiabá ao município de Chapada de Guimarães (65 quilômetros da capital). A decisão proíbe o tráfego de veículos cujo peso exceda 26 toneladas, com mais de três eixos e 14 metros de comprimento.

A determinação é do juiz Marco Antônio Canavarros dos Santos, que acolheu o pedido da 1ª Promotoria de Chapada dos Guimarães, uma cidade turística e os caminhões de carga fazem com que a estrada se torne muito perigosa, pois em boa parte do seu trecho não há sequer acostamento.

Conforme ação do MPE, o trânsito de veículos de grande porte na referida rodovia está em desacordo com as determinações constantes nas normas de trânsito (Resolução nº 08/2008/Contran/MT e Resolução nº 28/009 do Consema). “Além de causar risco à segurança do trânsito, bem como prejuízo à organização urbanística da cidade de Chapada dos Guimarães”, destacou o promotor de Justiça Leandro Volochko.

Para o juiz, os documentos levados aos autos mostram a ausência de fiscalização por parte dos órgãos competentes, no que diz respeito à proibição de tráfego de veículos pesados no referido trecho, “o que configura ilegalidade, uma vez que tal obrigação compete ao ente requerido, como medida a garantir a ordem do trânsito na região, uma vez se tratar de trecho sinuoso, sem acostamentos, cujo índice de acidentes aumenta significativamente em razão do trânsito de veículos pesados”, destaca o magistrado.

A medida, de restringir o tráfego de caminhões, leva, também, em consideração, a questão ambiental, já que o trecho da rodovia, compreendido entre a cidade de Chapada dos Guimarães e Cuiabá, é considerada “estrada parque”, conforme Lei Estadual nº 1473. Assim, o tráfego de veículos pesados, em desacordo com as normas administrativas, implica prejuízo às escarpas e a fauna presentes no local.

A MT-251 tornou-se uma rota alternativa visada por motoristas de caminhões que seguem para Campo Verde, mas que não querem passar pela estrada da Serra de São Vicente, historicamente considerada um trecho perigoso da BR-364.

Conforme a Justiça, a Secretaria de Estado e Infraestrutura (Sinfra/MT) poderá prosseguir autorizando, de forma especial, os veículos que estiverem fora das especificações contidas no processo decisório ou apenas aqueles caminhões que tiverem por destino final na circulação de bens e serviços em Chapada ou que deste estejam partindo, bem como estejam retornando dessa forma.

Fonte: Diário de Cuiabá

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

16 comentários
0

Artigos relacionados

16 comentários

Marlon Petri 11/10/2017 - 23:39

Se for por causa de falta de acostamento vai ter que interditar a rodovia pedagiada 163 de Cuiabá a Santarém

Reply
Guina Martins 11/10/2017 - 13:57

Que merda

Reply
Mp Oliveira 11/10/2017 - 12:24

A culpa é nossa mesmo não samos Unido

Reply
Otacil Junior 11/10/2017 - 13:52

Vai trabalhar demeeeeente

Reply
Alexandre Silva 11/10/2017 - 01:28

Tem problema não porque quando algum bacana quiser uma banana ou almoço do dia dia aí terão que ir até a roça comprar e pegar

Reply
Neymar Millani 10/10/2017 - 20:31

Quem trabalha esta fudido neste pais de ladrao

Reply
Sérgio Ramos de Almeida 10/10/2017 - 19:51

Tenq mandar esse juiz vim buscar alimentos pra ele nas costas dicerto ele acha que o alimento pro povo dessa cidade vem pelo vento

Reply
Junior Qra Natalino 10/10/2017 - 18:06

O engraçado é que so os caminhoes q provoca acidente SQN, revejam seus argumentos q esses nao convence a ninguem

Reply
Joel Castro de Moraes 10/10/2017 - 17:26

Tem que morrer tudo de fome

Reply
Luis Wanderlan Del Secchi 10/10/2017 - 17:26

Vai por outro caminho se for mais longe aumenta preco pra que reclamar tanto

Reply
Cesar Antonio 10/10/2017 - 16:58

Frank Santiago

Reply
Waldir Valejos 10/10/2017 - 16:33

O poblema q tem outro caminho ai fica didicil

Reply
Agnaldo Ramos 10/10/2017 - 16:09

Tem que por às mercadorias nos carros dos bacanas pra eles transportarem.

Reply
Nilander Araujo 10/10/2017 - 15:56

Deixa passar necessidade sacanagem essa justiça

Reply
Orlando Batistao 10/10/2017 - 15:52

É só não ir ninguém faze entrega de mercado . Duvido que não vai kkkkk

Reply
Valter Douglas Antunes Valtinho 10/10/2017 - 15:32

Tinha que deixar eles sem comida lá. Ai queria ver

Reply

Escreva um comentário