Caminhão que derrubou parte de viaduto em SP pode ter altura acima do limite

por Blog do Caminhoneiro

O caminhão que provocou a queda de pedaços de um viaduto que levaram à morte de uma mulher neste domingo (19), em São Paulo, tinha altura maior que a permitida para circular no local. De acordo com a prefeitura de São Paulo, a sinalização indica que veículos de no máximo 4,30 metros podem passar sob o viaduto, mas que o caminhão envolvido no acidente tinha 4,46 metros.

O acidente ocorreu na Avenida do Estado, no bairro do Pari, na zona leste da cidade da capital paulista. O caminhão trafegava sob o viaduto quando, segundo a prefeitura, “atingiu um pórtico por onde passa o sistema de sinalização da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos”.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 8º Distrito Policial, pedaços da viga de concreto foram arrancadas e caíram sobre o teto de um veículo Honda, ferindo a juíza Adriana Nolasco da Silva, de 46 anos, que estava no banco do passageiro. O motorista do carro não chegou a ser atingido. A vítima foi levada para a Santa Casa e, depois transferida para o Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O condutor do caminhão disse à polícia que seguia o itinerário determinado pela empresa para a qual trabalha e que, ao passar sob o viaduto, percebeu que parte da estrutura havia cedido e atingido o carro ao lado. Ele deve responder a processo por lesão corporal culposa. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o tacógrafo do veículo foi recolhido para perícia pelo Instituto de Criminalística.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) multou o motorista do caminhão e apreendeu o veículo com base no Artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro. “O veículo também não portava uma Autorização Especial de Trânsito, documento obrigatório para carros que ultrapassam a altura limite de 4,40m, permitida para circular dentro da cidade”, diz o comunicado da prefeitura.

Após vistorias no local, a prefeitura informou que não foi constatado qualquer problema estrutural no viaduto. O tráfego na via foi liberado hoje (20) por volta das 12h.

Empresa

Em nota, a FL Logística Brasil, dona do caminhão, informou que o veículo “transitava dentro dos padrões legais” e que o choque “foi contra uma estrutura de dutos, fixada embaixo do viaduto, e não no próprio viaduto”.

A empresa informou também que está apurando os fatos para auxiliar a perícia e inquérito policial e que “há informações, ainda não confirmadas, de desnível na pista, de aproximadamente 15 centímetros, recapeamento recente e de outros acidentes neste mesmo final de semana no local”.

Fonte: Agência Brasil

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

24 comentários
0

Artigos relacionados

24 comentários

Araújo 27/11/2017 - 12:35

O veículo não contém o liberação porque esse tipo de carreta”Vanderléia” tem um sistema pneumático que baixa os “bichigoes”, vindo a ficar na altura permitida, porém algumas não estão funcionando, e a empresa não se preocupou em arrumar. Tomara que agora ( porém tarde), venham a arrumar.

Reply
Marcelo Oliveira 25/11/2017 - 23:32

Das duas uma, ou aumentam a alturas dos viadutos ou diminuem as alturas dos veículos, onde já se viu umeu país que autoriza a construção de um veículo com 4.40 e viadutos com menos que isso, sempre vai dá m…rda

Reply
Ricardo Ric 22/11/2017 - 04:44

Esses caminhões tem altura padronizada. Agora querem jogar a culpa no caminhoneiro ou na empresa dona do caminhão.

Reply
Paulo Robson Sousa 22/11/2017 - 02:15

Galera trabalho aqui na femsa logística e passamos todos os dias no mesmo local nunca aconteceu isso o motorista está afastado não tá c conformando com a morte da juíza…

Reply
Paulo Brandão 22/11/2017 - 08:28

Quem que tava com o veículo? Não vi se era Vanderlei ou rodo-trem que vinha do TP. Temos que jantar todos e prestar auxílio ao colega caso queiram crucifica lo. Todos que trabalha e ja trabalhou na FL. Todos ja passaram várias vezes ali.

Reply
Nildo João Lopes Nildinho Lopes 22/11/2017 - 00:18

Eu sei que vai dá meda pra o motorista porque aqui no Brasil que trabalha pra galha o pão siforde

Reply
Paulo Brandão 22/11/2017 - 00:14

Eu trabalhei lá Femsa logística 3 anos. As carretas são padronizadas, e passam de 20 a 30 por dia nesse local. Eu mesmo passava 3 a 4 vá por semana. O cd do Ipiranga recebe cargas diariamente a mais de 30 anos. É. Estas carretas são padronizadas desde 2007.

Reply
Eduardo Lopes 21/11/2017 - 21:27

O vereador filmou dias antes e tinha claramente uma estrutura caindo já, “embarrigada”, o caminhão só abreviou. Claro que vai estourar no pobre motorista.

Reply
Rafael Souza 21/11/2017 - 20:50

Por que não fazem mais alto esses viadutos?
Não é de hj que vemos constantes acidentes com viadutos por esse mesmo motivo ..faz essa bosta com 5mts de altura logo ..cambada de corruptos ,soca o dinheiro no rabo e depois fazem essas merda baixo.

Reply
Gil Loko 21/11/2017 - 19:35

Tá dando polêmica pq caiu a estrutura em cima de uma bacana da sociedade se fosse algum cidadão comum a mídia nem ligava isso que me da raiva

Reply
Lúcio Mauro 21/11/2017 - 15:16

Passei na av do estado na sexta-feira dia 17/11/2017 por volta de 23h o viaduto estava abalado, com no mínimo 3 pedras de tamanho considerado, pendurada por ferro de construção exposto no local da fatalidade.
No sábado dia 18/11/2017 vi um caminhão que colidiu com essas pedras e abalou toda a estrutura da carreta isso no sábado a tarde.
No domingo teve um cidadão que postou um vídeo nas redes sociais, denunciando o descaso da prefeitura e do governador do estado, se tratando de uma linha férrea sobre o viaduto, no mínimo caberia uma investigação.
Aí no domingo dia 19/11/2017, vem a acontecer essa tragédia já esperada, sou carreteiro no mesmo trabalho, ali é rota de caminhões da Coca a décadas e nunca ocorreu algo parecido.
Deixo minhas condolências aos familiares da vítima!

Reply
Leandro Guarilha 21/11/2017 - 15:09

Algumas coisas que eu sei sobre o caso.
A carreta tem suspensão a ar.
Em São Paulo há constantes recapeamentos nas vias.

Reply
José Carlos Wanderlei 21/11/2017 - 14:38

Q eu saiba a altura maxima permitida e 4.5 mts.

Reply
Marcelo Pich 21/11/2017 - 13:40

Teve um vereador de São Paulo que filmou o viaduto alguns dias antes, que estava caindo parte do concreto do viaduto, estão culpando o motorista sem saber certo o que aconteceu, ele não é culpado, ele é empregado, esta ali para trabalhar e levar o sustento para a sua família.

Reply
Paulo Malagueta Câmara 21/11/2017 - 13:26

O barbante só quebra prô lado mais fraco , coitado do motorista

Reply
Leandro Neto 21/11/2017 - 13:18

Mesmo se não tiver com certeza a culpa vai ser do motorista

Reply
Mauro Rodrigues 21/11/2017 - 12:51

A empresa dona do veiculo mostrou relatorio que esse mesmo passou somente nesse mes 3 vezes e nada aconteceu, como pode então a altura ter aumentado em 16 cm, e como pode tbm, o piso no local estar com uma diferença de 15 cm na altura?? Aliás, o veiculo, atingiu os dutos que passam em baixo do viaduto, de passam trens. Será que com a trepidação, os dutos tenham se movido?? Um vereador aqui de São Paulo/SP., dois dias antes filmou o estado do viaduto que está em estado deploravel. E agora, de quem é a culpa????

Reply
Edilson Oliveira 21/11/2017 - 13:49

Eles recapam esses asfalto uns 15 cents isso ele nn contam

Reply
Gil Loko 21/11/2017 - 19:36

Bem dessa

Reply
Paulo Brandão 22/11/2017 - 00:13

Eu trabalhei lá Femsa logística 3 anos. As carretas são padronizadas, e passam de 20 a 30 por dia nesse local. Eu mesmo passava 3 a 4 vá por semana. O cd do Ipiranga recebe cargas diariamente a mais de 30 anos. É. Estas carretas são padronizadas desde 2007.

Reply
Arlindo Cordeiro 21/11/2017 - 12:43

Fazem a porra baixo e a culpa é do motorista!

Reply
Iolanda Cavalcante 21/11/2017 - 12:50

Engenheiros mau formados, fazem cagadas e a culpa é sempre dos motoristas.

Reply
Edilson Oliveira 21/11/2017 - 13:50

Verdade, as vezes engenheiro que nunca pegou um caminhao na vida ate mesmo nem sabe o que e um caminhao tudo uns bosta.

Reply
Iolanda Cavalcante 21/11/2017 - 12:34

A culpa é do motorista?Pois é o que sempre leva fumo!

Reply

Escreva um comentário