Contran estuda obrigatoriedade de 38 novos itens de segurança para veículos

por Blog do Caminhoneiro

A partir de janeiro, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) vai realizar uma série de estudos para a implementação de itens de segurança para veículos de diferentes categorias, tais como leves e pesados com reboque e semirreboque. O órgão estabeleceu um cronograma que prevê a conclusão de 38 regulamentações em até quatro anos, por tipo de veículo. A intenção da resolução 717/17 é fazer com que as fabricantes já comecem a se preparar quanto a uma eventual obrigatoriedade dos dispositivos.

Entre os equipamentos previstos para veículos de passeio, por exemplo, estão alerta de frenagem emergencial, que avisa por meio de sinais luminosos/sonoros que o carro está perigosamente próximo a outro que trafega com lentidão à frente. Outra medida é a câmera de visibilidade traseira, a popular câmera de ré. A medida prevê ainda atualizações de normativos sobre retrovisores, dobradiças e fechaduras e proteção ao ocupante, incluindo impacto frontal e traseiro.

Outras possíveis medidas a serem implementadas são equipamentos voltados para a inclusão de pessoas com deficiência, assim como os gravadores de dados de acidentes de trânsito, uma espécie de “caixa preta”, similar à que existe nos aviões, para auxiliar nas investigações de eventuais causas das ocorrências de trânsito.

Para ônibus estão previstos estudos sobre o número de identificação da carroceria, cinto de segurança de três pontos, apoio de cabeça e dispositivo limitador de velocidade. Já para veículos como reboque/semirreboque, a resolução prevê características específicas de construção para o transporte de mercadoria/produtos perigosos e dispositivos de estabilidade e capotagem para veículos com carroceria tanque.

Segundo a resolução do Contran, as datas previstas referem-se à conclusão dos estudos de regulamentação, o que significa que poderá haver um novo prazo quando as regras para cada tipo de equipamento forem efetivamente publicadas. Além disso, segundo o texto, “nos casos em que os estudos técnicos comprovarem a inviabilidade do item, estes serão submetidos para deliberação”, o que significa que pode haver atrasos ou até mesmo a retirada de alguns equipamentos do cronograma.

Fonte: Agência CNT de Notícias

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

50 comentários
0

Artigos relacionados

50 comentários

Flavio Batista 15/12/2017 - 23:22

Ja vão meter no cu do consumidor

Reply
Danilo Bezerra 14/12/2017 - 19:39

E tome dinheiro nos cofres públicos, mascarados de “segurança”.

Reply
Henrique 14/12/2017 - 10:00

Tudo que visa o melhoramento e segurança dos veículos é bem vindo.Espera-se que com tais medidas os acidentes possam diminuir.Uma questão que precisa ser observada é o quanto isso vai custar para o consumidor.

Reply
Carlos Pedro Garcia Dos Santos 14/12/2017 - 11:20

Quando era para os pedágio construí área de descanso não apareceu esse tal obrigatoriedade.

Reply
Carlos Pedro Garcia Dos Santos 14/12/2017 - 11:18

Roubo agora tem sobre nome obrigatoriedade…..

Reply
Geraldo Leandro 14/12/2017 - 10:14

O cotran tem que entende que segurança e estrada boa coisa que no Brasil não tem vergonha para de rouba o trabalhador

Reply
Marcio Canteiro 14/12/2017 - 09:30

Vai ficar impossível trabalhar nesse país, cada dia que passa mais uma facada, mais outro meio de tomar nosso dinheiro, enquanto isso as rodovias sem estrutura e algumas intransitável

Reply
Sergio Vieira 14/12/2017 - 07:20

Com certeza mais uma forma de roubarem o pouco que está sobrando ao povo .algum político ou um costa quente esta com um monte de porcaria sem utilidade e quer enfiar guela abaixo em quem ja não consegue nem mais sobreviver. E o pior é que com certeza vão nos enfiar guela abaixo. Bando de ladrões

Reply
Serginho Marcio 14/12/2017 - 06:06

primeiro e as estradas e certo.,….

Reply
Gabriela Rodrigues 14/12/2017 - 04:07

Espero que o Contran pague a diferença do preço tbm, pq com tanta exigência não tem como ter o mesmo custo. Andre Rodrigues Luciana Rodrigues

Reply
Luciana Rodrigues 14/12/2017 - 08:11

É desse jeito

Reply
Ismael Ferreira 14/12/2017 - 03:22

O Contran estuda 38 novas maneiras de fuder com o caminhoneiro e fazer com que ele gaste mais dinheiro.

Reply
Warley Silva 14/12/2017 - 03:01

deixa os caminhão parado pra esses fdp do Contran vim dirigir.brasil país de bandido

Reply
Jason Oliveira da Silva 14/12/2017 - 01:54

Esse tão de CONTRAN são uns monte de vagabundos ladrões que não cuida das rodovias federais e estaduais deixar tudo abandonado

Reply
Iva Sponchiado 14/12/2017 - 00:22

Porke nao fala em aumentar ofrete k e uma vergonha…

Reply
ITamar Maito Itamar 14/12/2017 - 00:22

Uma vergonha só leis e leis

Reply
Judson Oliveira 13/12/2017 - 23:31

O governo ladrão !!

Reply
Irmao Tiaozinho 13/12/2017 - 23:30

Aqui é o Brasil.. país da corrupção…,

Reply
Carlos Augusto Rodrigues 13/12/2017 - 23:09

A única medida dr segurança cabível seria tirar os drogados das estradas e não mandar fazer este exame caríssimo que não leva a nada.

Reply
Jana Oliveira 13/12/2017 - 22:06

Só precisava 1 Porte de arma!

Reply
Helio Bispo 13/12/2017 - 22:01

O CONTRAN estuda roubar os brasileiros , porque até onde eu sei o CONTRAN so saber de recadar dinheiro dos caminhoneiros, isso é mais um assalto a mão armada.nao Vejo nenhum desgraçado falando e melhorar as BRS,só vejo falar de roubar os motoristas.o Brasil ladrão

Reply
Carlos Alexandre 13/12/2017 - 20:45

Vcs já teriam q ter parado essa merda desse país por completo estão esperando o q o diesel subir o preço novamente!!!!!!!!

Reply
Japa Pira 13/12/2017 - 20:43

O principal vai ser porte de arma p o motora

Reply
Júlio Oliveira 13/12/2017 - 19:59

Brasil fio do canhão fábrica de multa da bexiga

Reply
Bernardo Sampaio Neto 13/12/2017 - 19:16

Mais 1 golpe kkkkk

Reply
Juarez Rodrigues 13/12/2017 - 18:21

38? Caramba!

Reply
Carlos Amorim 13/12/2017 - 17:07

Não adianta inventar um monte de frescuras se não mudar a lei de aplicação de acidentes de transito. Se o cara mata com uma arma é homicídio, se o cara mata com um carro em alta velocidade, embriagado e foge do local e não presta socorro a vitima …é apenas acidente de trânsito…Vão achar o que fazer esses “políticos” infiltrados em todo tipo de instituição que existe hoje!!

Reply
Nataniel Pastorini 13/12/2017 - 16:32

Cada dia mais difícil p o autônomo

Reply
Francisco De Assis de Carvalho 13/12/2017 - 16:10

Aposto que esses legisladores do contran nunca dirigiu um cargueiro carregado nas mais variadas condições de rodovia do país, portanto não tem competência para saber o que é segurança nas estradas.
Isso é só um meio de arrecadação do nosso dinheiro suado. Eu acho que os motoristas deveriam parar de vez o mostrar que o buraco é bem mais em baixo.

Reply
David Santos 13/12/2017 - 15:26

Mais um geito de rouba dinhero nosso.

Reply
Brenda K Garcia 13/12/2017 - 14:57

Trabalho em uma empresa de liberaçao de credito para a compra do bem a vista. Voce tem interesse em algum caminhão/imovel/automovel/?
Eu posso estar te ajudando

Reply
Gean Denisson 13/12/2017 - 14:49

Acho que nem caminhão dos bombeiro vai ter segurança para rodar

Reply
Romiel Andrade 13/12/2017 - 14:00

O frete abaixou??
É só colocar mais eixo e resolveu o problema!!
Só aq no Brasil mesmo

Reply
Oseias Oliveira 13/12/2017 - 14:00

Se eles conseguirem colocar mais 38 itens de segurança num caminhão, com certeza não vai ter mais acidentes.

Reply
Diego Magni 13/12/2017 - 14:00

Primeiro que vão arrumar as estradas que isso sim está uma vergonha!!!

Reply
Laerte Tavares 13/12/2017 - 13:56

Mais roubo vem aí.

Reply
Fernando Goncalves 13/12/2017 - 13:51

Só precisava de um item a segurança contra ladrões so isto …

Reply
Anderson Breves Elias 13/12/2017 - 13:36

Por causa de muitas humilhações e risco falta de segurança deixei uma das profissão mais digna de se ter

Reply
Fernando Menezes 13/12/2017 - 13:35

Mais uma vez o governo impondo sua “burrocracias” para levar o dinheiro para o bolso , resolver problemas , para que !!! O povo aceita tudo calado , a solução para tudo é captar recursos !!! ACORDA POVO !! ENQUANTO ACEITARMOS TUDO CALADO , ESSE PAÍS NÃO MUDA !! ALGUÉM TEM QUE PAGAR AS CONTAS DA MÁQUINA PÚBLICA , ESSE ALGUÉM SOMO NÓS !! NÃO EXISTE ALMOÇO GRÁTIS !!! ALGUÉM TEM QUE PAGAR A CONTA , e sabe quem está pagando todos o dias ? NÓS PAGAMOS PARA SUSTENTAR UM BANDO DE CORRUPTOS QUE SÓ QUEREM ENCHER SEUS BOLSOS ENQUANTO O PAÍS MORRE NA MISÉRIA !!!

Reply
Lauro Glowacki 13/12/2017 - 13:28

Só sabe enventar leis pro caminhoneiros mais não exige nada do governo sobre rodovias ponto de apoio valorização do frete isso mesmo são a favor do governo e contra os caminhoneiros dos caminhões tem como multar é o governo não.

Reply
Flexon Oliveira 13/12/2017 - 13:08

Esta estudando como vai ser o próximo asalto!!

Reply
Ildo Pereira 13/12/2017 - 12:59

E as estradas cheias de crateras. isso não falam!

Reply
José Luis 13/12/2017 - 12:57

come dinheiro

Reply
José Luis 13/12/2017 - 12:56

vdd

Reply
Bruno Misquita 13/12/2017 - 12:46

Ótimo! Que venham mais itens de burocracia, ops, segurança para os nossos veículos.

Reply
Lidio Júnior 13/12/2017 - 12:35

Eles só prestam para criar leis para extorquir dos caminhoneiros , mais na realidade de carga e segurança quem entende são os transportadores.

Reply
José Luis 13/12/2017 - 12:32

tenhe é buraco pra ñ acaba mais matano às pessoa

Reply
José Luis 13/12/2017 - 12:31

vdd

Reply
Lidio Júnior 13/12/2017 - 12:05

O Contran deveria tomar vergonha na cara, o item de segurança de caminhão é bom frete, boas rodovias, boa carga horária de serviço, acredito q essas medidas resolve todo problema no transito

Reply
Rogerio Guterres 13/12/2017 - 12:27

As rodovias esburacadas nao sao itens de segurança pq nao da dinheiro para o contran

Reply

Escreva um comentário