Duplicação da Serra do Cafezal é concluída e deve ser liberada nesta semana

por Blog do Caminhoneiro

Após sete anos, as obras de duplicação da Serra do Cafezal, na rodovia Régis Bittencourt (BR-116), na altura de Miracatu, na região do Vale do Ribeira, foram concluídas e devem ser entregues essa semana, ainda sem data, para os mais de 127 mil motoristas que utilizam diariamente a rodovia. A informação foi confirmada pelo diretor superintendente da Autopista Régis Bittencourt, Nelson Bossolan, durante uma coletiva de imprensa em Registro. O investimento total da duplicação é de R$ 1,3 bilhão e as obras foram iniciadas em 2010. Um dos principais objetivos da obra é oferecer mais segurança aos motoristas e também otimizar o tempo de percurso entre a Capital e o sul do País.

“Todos os serviços da obra de duplicação da Serra do Cafezal estão concluídos, agora os funcionários da concessionária estão passando por treinamentos e simulados para inaugurarmos tudo em perfeita condição de uso. Essa inauguração deve acontecer essa semana, ainda sem data”, disse Nelson Bossolan.

Ainda de acordo com Bossolan, os serviços estavam previstos para o ano de 2015 mas não foi possível cumprir o prazo. “Em 2010 acreditávamos que as obras em cinco anos estariam concluídas, porém não tínhamos a dimensão das dificuldades que iriamos enfrentar, principalmente em relação as licenças ambientais. Porém, vamos entregar a obra em um período correto, dentro do prazo que poderia realmente ser feito”, reforçou o diretor superintendente.

Ainda em relação à entrega das obras e liberação para o uso, Nelson reforçou que a “Agência Nacional de Transportes Terrestres já aprovou a obra e que agora a data de inauguração fica por conta da concessionária”.

Obras

Ao todo são 30,5 quilômetros de obras começando no km 336,5, em Juquitiba, na região metropolitana de São Paulo e terminando no km 367, em Miracatu. Desse total, 20 quilômetros já foram entregues e liberados para o tráfego. Ainda de acordo com a concessionária, é a maior obra de infraestrutura rodoviária em andamento no País.

Ao todo foram construídos quatro túneis, três em direção ao sul do País, nos km 357, 360 e 361, todos com três faixas para veículos e um outro túnel no km 348, sentido São Paulo, com quatro faixas rolantes. Além dos túneis, foram construídos 39 viadutos que fazem as ligações com os túneis. A criação dos viadutos foi uma solução da concessionária para reduzir os impactos ambientais na região.

Na altura do km 357 está o túnel de maior extensão, com aproximadamente 700 metros de extensão, sendo que os quatro juntos somam 1,7 quilômetros. Dentro deste túnel, também foi construído um túnel de emergência, que será utilizado por pedestres.

Radar

Os motoristas que forem trafegar pelos túneis que ficam na Serra do Cafezal devem ficar atentos ao limite de velocidade, quanto nas vias em direção ao sul, como para a Capital também. De acordo com a concessionária Autopista Régis, a velocidade média nos tuneis será de 60 km/h e quem não respeitar será multado.

A concessionária implantará radares entre o túnel 3 e 2 e também no túnel 2 e 1. Quem tiver descendo pela rodovia, poderá ver a velocidade do veículo registrada em um telão no túnel 3.

Um radar também será instalado no final do túnel 4. Ainda de acordo com a concessionária, o objetivo das instalações dos radares é garantir a segurança dos motoristas já que a rodovia é conhecida pelo excesso de curvas, devido ao seu traçado original, sendo uma a cada dois quilômetros da via.

Rodovia

Desde 2008, a Autopista Régis Bittencourt é a responsável pelos 402,6 quilômetros da rodovia Régis Bittencourt (BR-116). A concessão para administrar e conservar a rodovia por 25 anos foi obtida em leilão realizado em 9 de outubro de 2007. O contrato foi assinado em 14 de fevereiro de 2008 e prevê investimentos de R$ 4,6 bilhões durante sua vigência de 25 anos.

A Régis corta as cidades de Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, São Lourenço, Juquitiba, Miracatu, Juquiá, Registro, Pariquera-Açu, Jacupiranga, Cajati e Barra do Turvo, no estado de São Paulo; e Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Antonina, Colombo e Curitiba, no estado do Paraná.

O fluxo da Régis é formado por 60% de veículos pesados – como caminhões – e 40% de veículos de passeio.

Fonte: Gazeta de São Paulo

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

39 comentários
0

Artigos relacionados

39 comentários

Edson Zonta 19/12/2017 - 11:41

tudu mintira sempre e pra liberar e nao libera porcaria nenhuma

Reply
Mauro De Bacco 19/12/2017 - 10:05

Até quê enfim se for verdade !!!

Reply
Wilson Roberto 19/12/2017 - 09:51

Vcs que sabem

Reply
João Feliciano 19/12/2017 - 09:18

O veio quer ir sabado 5 da manha pra poder ver

Reply
Jose Carlos Germano 19/12/2017 - 01:34

Só acredito quando tiver passando mesmo,o é só parcial fecha um lado abre outro isso é típico de brasil

Reply
Sebastiao Alves Ferreira 19/12/2017 - 00:53

Acho que vai inaugurar perto das eleição ,com um grande ato politico

Reply
Amaury Campos 19/12/2017 - 00:21

Ai sim para a galera do trecho vai ficar maravilhoso com muito mais segurança para todos

Reply
Adelson Faria 19/12/2017 - 00:21

Não sei se é verdade

Reply
Alam Amaro 18/12/2017 - 23:54

Já tô ouvindo isso fãs um mês até agora nada vai conta estória pra boi dormir

Reply
Deonilda Machado 18/12/2017 - 22:54

Maravilhoso

Reply
Roberto Carlos Hornburg 18/12/2017 - 21:00

Aleluia

Reply
Ricardo Philippi 18/12/2017 - 20:45

Poderiam rever a velocidade, 60km/h para veículos de passeio e ônibus… Meio absurdo isso…

Reply
Joao Armando da Rocha 18/12/2017 - 20:18

Graças a Deus quando sofrimento, chegou ao fim

Reply
Josimar Cunha 18/12/2017 - 19:15

Fdp tristonho kkkk

Reply
Thi Nascimento 18/12/2017 - 19:14

Eu vi mano :(

Reply
Andre Bertozzi 18/12/2017 - 19:00

sete anos e uma estrada que escoa grande produção de alimentos.

Reply
Anderson Ferrari 18/12/2017 - 18:39

Show!!!

Reply
Vivian Cogui 18/12/2017 - 17:24

Antes tarde, que nunca!

Reply
Anselmo Nau 18/12/2017 - 17:08

Só ahora q pasar porela pra acreditar?

Reply
Marcos Prochnow 18/12/2017 - 16:51

Denovo vai libera kkkk

Reply
Leonardo Vinicios 18/12/2017 - 16:50

Tomara que seja verdade de quarta pra quinta demorei 3horas e 45 minutos e teve assaltos como sempre é de sexta pra sábado parou também segundo informações via rádio e de novo assaltos.

Reply
Edegar Krause 18/12/2017 - 16:22

Sedo ou tarde tá sendo concluída e isso q importa

Reply
Dag Gil Schelbauer 18/12/2017 - 15:50

Nossa vai chover um mês a fio kkk

Reply
Fabiana Silva 18/12/2017 - 15:40

tomara

Reply
Charles Almeida 18/12/2017 - 15:17

Estou rezando pra isso acontecer…

Reply
Juliano Scheibel 18/12/2017 - 15:13

Deveriam fazer um marco gigantesco no tópe da Serra em homenagem a todos os motoristas que perderam a vida nessa estrada onde os políticos e autoridades foram negligentes durante décadas.

Reply
Gil Loko 18/12/2017 - 19:02

Falou tudo!

Reply
Josie Espaiado 19/12/2017 - 01:09

Parabens amigo muita ideia e conhecimento nesse seu comentario parabens

Reply
Cosme Zeferino 19/12/2017 - 03:02

Isso só pode acontecer quando estiver um motorista lá no congresso nacional na política de terno e gravata e honesto será um pouco difícil bom mas tem uns honesto aí na classe não tá tudo perdido não ,eu acredito.

Reply
Elenir Cieslak 18/12/2017 - 15:06

Tomara precisando muito pra nós ajudar

Reply
Ademir Pedro Baroni 18/12/2017 - 14:55

Só acredito vendo é muito tempo só na promessa.

Reply
Max Santos 18/12/2017 - 14:45

Duvido muito!!ja faz 3 meses q é p liberar e nda!!não é eles q pagam oleo diesel e manutenção d caminhão

Reply
Moacir Lauermann 18/12/2017 - 14:24

Graças a Deus! Pensei que nunca mais ia liberar!

Reply
Marcelo Lima 18/12/2017 - 13:48

Aleluia até quê fim, olha isso Everaldo Jose de Aguiar depois de 7 anos

Reply
Everaldo Jose de Aguiar 18/12/2017 - 19:04

Graças a Deus Marcelo Rodrigues passamos aí tava em obras ainda!!!

Reply
Vera Rodrigues 18/12/2017 - 13:44

Chique por Di mais

Reply
Silvana P. Borman Semim 18/12/2017 - 13:40

Que maravilha! !!

Reply
Ezair José 18/12/2017 - 13:38

Até q em fim

Reply
Wagner Viana 18/12/2017 - 13:35

Graças a Deus.

Reply

Escreva um comentário