Greve de caminhoneiros paraguaios deixa parte do país sem combustível

A paralisação de caminhoneiros no Paraguai segue firme e o país continua enfrentando dificuldades logísticas. Os motoristas que participam do protesto obrigam os outros veículos a pararem, segundo noticiários locais, muitas vezes com o uso da força. Isso está impedindo que diversas cargas cheguem a seus destinos.

A paralisação está acontecendo em protesto à liberação do tráfego de treminhões na rota que liga Ciudad del Este, na divisa com o Brasil, ao porto de Concepción, no rio Paraná.

O governo paraguaio alega que isso traria mais movimento ao porto, que passaria a receber a maior parte das safras do Mato Grosso do Sul e do Paraguai. Os caminhoneiros reclamam que a liberação dos treminhões cria uma concorrência desleal com empresas brasileiras de transporte.

As consequências da paralisação já começam a surgir. Na região do Alto Paraná, na divisa com o Brasil, os postos de combustíveis já não estão mais abastecendo os automóveis.

O combustível ainda não está em falta por completo, mas os postos estão fazendo um estoque de reserva para não deixar ambulâncias e outros serviços de urgência parados. Serviços como o transporte público e particular na região já foram afetados.

A Cervepar, responsável pela produção de cerveja no país, já anunciou que o Paraguai corre o risco de ficar sem cerveja. O diretor de assuntos coorporativos da empresa, Fernando Torres, em uma entrevista à rádio ABC Cardinal, afirmou que os caminhoneiros que prestam serviços para a cervejaria estão sendo ameaçados se furarem a greve.

O setor de laticínios também reclama que milhares de litros de leite estão estragando nos depósitos. Uma das associações de produtores fala em prejuízos de 2 milhões de guaranis (cerca de R$ 1.200,00).

O presidente da União dos Sindicatos de Produção (UGP, na sigla local), Hector Cristaldo, afirmou que o impacto da paralisação ainda não pode ser sentindo no escoamento da safra de soja porque ainda está em sua etapa inicial, mas caso a situação se prolongue pode causar danos ao produto.

A prefeitura de Concepción emitiu uma nota afirmando que o acordo é de interesse da cidade. O Ministério de Obras e Comunicação, responsável pela medida, já anunciou que a autorização para a cié “quase irreversível”, por se tratar um projeto que envolve os governos dos dois países.

Negociação

Um grupo de caminhoneiros grevistas reuniu-se com o presidente do Congresso, Fernando Lugo. Segundo um dos representantes da classe falou aos jornalistas paraguaios, agora o Senado será responsável por atuar como intermediário na crise entre caminhoneiros e governo.

A categoria, no entanto, segue mobilizada. Roberto Almirón, o coordenador da greve na região do Alto Paraná disse, também em conversa com a rádio ABC Cardinal que os caminhoneiros estão prontos para pararem o país. “Vamos bloquear o Paraguai se não formos ouvidos. Cinco brasileiros vão dominar o Paraguai, seis com o grupo Cartes? O Paraguai está em crise”, afirmou Almirón na ocasião.

O grupo Cartes ao qual ele se refere pertence ao presidente do país, Horácio Cartes. Segundo o líder caminhoneiro a empresa do presidente possui 2 mil bitrens prontos para circular.

Fonte: R7




49 comentários em “Greve de caminhoneiros paraguaios deixa parte do país sem combustível

  • 01/02/2018 em 11:41
    Permalink

    SOU BRASILEIRO..E PARABÉNS AOS PARAGUAIOS.. NÃO DEIXE QUE O BRASILEIRO DESTRUA TAMBÉM OS SEUS FRETES ASSIM COMO FIZERAM AQUI NO BRASIL!

  • 01/02/2018 em 11:37
    Permalink

    Todo mundo falando mas quando muitos caminhoneiros, do Brasil iniciarão a greve,ninguem foi da apoio a eles ,a grande maioria só criticou.

  • 01/02/2018 em 01:56
    Permalink

    Lá tem união dos motoristas , lá não tem porra de sindicato, lá não tem polícia q acata ordem de bandidos executivos…. Então quando é greve é greve e tem q ser assim, brasileiro como é trouxa e hipócrita, não protesta mas quer os resultados do protesto…. Se quer a porra do resultado, proteste junto, se os autônomos e agregados se juntam, não tem empregado q roda, nem falta de ar, nem porra nenhuma, se juntam com os agricultores e botamos pra laskar sobre óleo diesel e fretes
    E no Brasil tem q proibir essa desgraça de veículo longo, pra aumentar as vagas de motorista, salvar o pouco de asfalto q ainda tem, aumentar frete, e criando mais ferrovias pra aliviar um pouco as Br, caos de todo transporte foi resolvido… Simples assim

  • 01/02/2018 em 01:51
    Permalink

    Ai sim não são esses sindicatos miseráveis que temos aki no Brasil país de corrupção

  • 31/01/2018 em 22:32
    Permalink

    Tá precisando fazer isso no Brasil também más cadê a coragem que esses sindicatozinho não querem pois estão na mão desses políticos sujos veja todo dia sobe combustível e ninguém reclamou cadê fica o sindicato debaixo da mesa e os motoristas frouxos pagando e não para.isso é Brasil

  • 31/01/2018 em 21:42
    Permalink

    Aqui no Brasil a falência do transporte foi quando aprovaram o primeiro 7 eixos,depois 9 e agora 10 11 sei lá quantos, só sei que os caminhões estão cada vez mais ridículos, enquanto no Paraguay só tem máquina!!!!

  • 31/01/2018 em 21:39
    Permalink

    Lá não existe meio termo,morei lá por 15 anos,quando é pra fechar estradas vai todos, até colonos com tratores e colheitadeiras vão também quando é preciso!!!!

  • 31/01/2018 em 20:25
    Permalink

    Os brasileiros podia fazer o mesmo com os caminhoneiros paraguaios, pq só eles podem vir e roda livremente aqui no Brasil

  • 31/01/2018 em 20:08
    Permalink

    Infelizmente empresas brasileiras compraram politicos paraguaios para assinarem a liberação do bitrem…inevitavel…

  • 31/01/2018 em 19:43
    Permalink

    A diferença é que lá eles tem união, e não precisam trancar rodovias, tudo parado em pátio.. temos muito a aprender com eles….

  • 31/01/2018 em 17:26
    Permalink

    Esses sao motorista de verdade nao os otarios brasileiros que aceitao tudo calados.

  • 31/01/2018 em 17:19
    Permalink

    E isso aí pessoal vamos fazer a nossa parte vamos parar de qualquer jeito mas não pode fechar estradas o Brasil é levado e trazido pelo caminhão e só parar tudo 3 ou 4 dia seguidos acaba tudo desabastece tudo nois fica muito mais do que 4 ou 5 dias nas filas então é só parar fora das estradas aí vamos ver si os bacanas vai carregar mercadorias nos carrão deles.

  • 31/01/2018 em 17:17
    Permalink

    Diferença entre brasil e paraguai aqui se faz greve e os caras querem andar #piada

  • 31/01/2018 em 17:16
    Permalink

    Tem que fazer aqui no Brazil inteiro pra acabar com tanto ladrão políticos vermis cambada de ladrão sáfados voto nulo neles

    • 31/01/2018 em 18:46
      Permalink

      no Brasil tem muitos covardes.A Dilma aumentava 3 centavos paravam todos agora essa corja de temer aecio bostanaro e cia fazem oq querem e o povo ta acovardado.

  • 31/01/2018 em 15:27
    Permalink

    Não precisa os Brasileiroa fazer bagunça, é só fucar todo mundo em casa com a familia, não precisa sair fechando estradas !

  • 31/01/2018 em 15:15
    Permalink

    Tá na hora de nós seguirmos o exemplo agora é safra tá na hora certa te fazermos uma paralisação vamos companheiros

  • 31/01/2018 em 15:05
    Permalink

    Aí sim eles defendem seus direito não é igual o Brasil que não tem coragem

  • 31/01/2018 em 14:57
    Permalink

    Aí motoristas do brazil a preda fazer greve vocês briga entre vocês .o pedagio do Brasil é o mais caro do mundo a estrada à mais ruim eu admiro os Paraguai cabra macho vam para o Paraguai

  • 31/01/2018 em 14:52
    Permalink

    Esse povo de verdade!!!! Temos que ter vergonha de não ter uma atitude dessas

  • 31/01/2018 em 14:46
    Permalink

    Não mostra si não os motoristas do Brasil vai TD pra lá trabalhar.

  • 31/01/2018 em 14:14
    Permalink

    É que eles são inteligentes. Se unem e fazem a diferença. Aqui no Brasil só existe aqueles que falam em união e greve nas rodinhas de prosa. Só isso

  • 31/01/2018 em 14:03
    Permalink

    Cara ai sim vejo união parabéns paragaios mostrando a força que tem o transporte parabéns mais uma vez pela união pelo jeito sabem ser Unidos. Não igual aqui essa desunião dos infernos.

  • 31/01/2018 em 13:50
    Permalink

    Parabéns paraguaios vcs sabe fazer para tudo diferente aki no Brasil

  • 31/01/2018 em 13:50
    Permalink

    Eita ferro aí são macho de vdd estão mais do que certos essas merdas já foderam o frete vai foder lá também estão achando que todo mundo é burro igual brasileiro que briga pra aumentar a quantidade de carga ao envés de aumentar o frete os paraguaios estão de parabéns

  • 31/01/2018 em 13:43
    Permalink

    Exemplo aos motorista brasileiros e assim os governantes e os ignorantes respeitam motorista de caminhão vejam o exemplo paraguaio .eles merecem respeito são unidos. Parabéns pela atitude.

Fechado para comentários.