Cummins adquire divisão de sistemas de baterias elétricas automotivas Johnson Matthey




A Cummins Inc. anuncia a aquisição da divisão de sistemas de baterias elétricas automotivas Johnson Matthey do Reino Unido, subsidiária da Johnson Matthey, especializada em sistemas de bateria de alta tensão para veículos elétricos e híbridos. Como parte do acordo, a Cummins e a Johnson Matthey irão colaborar com o desenvolvimento de materiais de bateria de alta energia para aplicações em veículos comerciais pesados.

O acordo de aquisição e colaboração é um passo importante para ambas as empresas, sendo que o novo negócio irá permitir com que a Cummins expanda suas capacidades em eletrificação e armazenamento de energia, contribuindo com seus esforços em se tornar um líder global em energia eletrificada. A Johnson Matthey tem alto potencial para desenvolver materiais de alta energia, incluindo melhorias na fabricação da bateria de óxido de níquel e níquel (eLNO) para aplicações de transporte dentro de seu portfólio de tecnologias.

“A adição da experiência técnica e da base de clientes da Johnson Matthey Battery Systems em mercados que adotam mais rapidamente a eletrificação nos posiciona como um fornecedor global de armazenamento de energia. Ao combinar nossas capacidades de eletrificação, portfólio de diversas soluções de energia e rede global, a Cummins se posiciona para liderar quando o assunto é eletrificação, com capacidade de auxiliar nossos clientes a terem sucesso com produtos de alta qualidade em qualquer que seja a solução de powertrain, seja elétrico, Diesel, gás natural ou qualquer outra solução de energia”, diz Tom Linebarger, presidente e CEO da Cummins Inc.

LEIA MAIS  Cummins Brasil amplia qualidade de testes de motores da rede

“Esta colaboração com Cummins é um passo importante para nós e nos permitirá elevar nosso fornecimento em materiais de bateria de alta energia, particularmente para aplicações em veículos pesados, além de aplicar nossa experiência em química para desenvolver novos produtos que irão garantir o desempenho que exigem os veículos elétricos. Ao transferir nosso negócio de sistemas de baterias automotivas para a Cummins, podemos focar em nossa estratégia de expandir a plataforma eLNO e desenvolver materiais para toda a gama de aplicações do transporte”, afirma Robert MacLeod, presidente-executivo da Johnson Matthey.

LEIA MAIS  Cummins Brasil amplia qualidade de testes de motores da rede

Em outubro de 2017, a Cummins anunciou a aquisição da Brammo, conhecida por projetar e desenvolver baterias de baixa voltagem para aplicações móveis e estacionárias. Com a adição da experiência de bateria de alta tensão da Johnson Matthey Battery Systems, a Cummins está altamente capacitada em desenvolver soluções para toda gama de armazenamento de energia. A aquisição foi realizada em 31 de janeiro. A Cummins continuará explorando outras oportunidades para adicionar capacidades de eletrificação a medida em que se prepara para a entrega de powertrains eletrificados em 2019.




Deixe sua opinião sobre o assunto!