Exército atua ininterruptamente a fim de garantir adequada trafegabilidade da BR-163

por Blog do Caminhoneiro

Engenharia de Construção (8º BEC), Batalhão Rondon, reforçado por militares do 53º Batalhão de Infantaria de Selva, está realizando, desde o dia 15 de dezembro de 2017, a Operação Radar na BR-163, entre a cidade de Novo Progresso e o distrito de Moraes Almeida, na cidade de Itatiuba, no sudoeste do Pará.

A Operação atua de modo interagência, realizada por militares do Exército Brasileiro, agentes do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) e integrantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O objetivo é garantir fluidez, segurança, apoio e orientação aos usuários dessa Rodovia, no trecho de 65 km de extensão, em que está sendo realizada a obra.

Desde o dia 29 de janeiro, as chuvas na região intensificaram-se e as condições de trafegabilidade das estradas, que são de terra, pioraram significativamente. Esse fato exigiu uma pronta intervenção do 8º BEC, no intuito de não permitir a interrupção do fluxo de carros e carretas que transportam diariamente grãos, deslocando-se do estado do Mato Grosso para o porto de Miritituba, no Pará.

O Batalhão Rondon vem trabalhando de forma ininterrupta, durante as últimas 48h, realizando reboque de carretas e atuando no melhoramento da pista de rolamento na região da Serra do Moraes.

Para melhorar as condições de trafegabilidade das pistas, estão sendo empregadas máquinas especializadas, bem como distribuindo brita na estrada para reforçar o solo e melhorar a aderência. Destarte, o 8º BEC está com seu britador funcionando 24h por dia.

Além disso, estão sendo executadas atividade de distribuição de água e transporte de pessoas que se encontram em pontos de engarrafamento e desejam ir para locais de apoio. Esses espaços possuem estrutura mínima de banheiros, água e lugar para alimentação. Então, visando à segurança dos motoristas, postos de controle, distribuídos ao longo da rodovia, estão retendo os caminhoneiros durante as chuvas, encaminhando-os para esses locais.

O Batalhão ressalta a importância de que os caminhoneiros estejam orientados no sentido de coordenar sua viagem considerando a possibilidade de que fiquem retidos na BR-163 (PA) por alguns dias, uma vez que a pista é de terra e a chuva prejudica a trafegabilidade.

Fonte: Exército Brasileiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

8 comentários

Wellington Henrique Andrade Souza 03/02/2018 - 11:09

Exército Brasileiro tenho muito orgulho de ter servido a nossa pátria mão amiga nas horas incertas…..

Reply
Eliseu Ciclone 02/02/2018 - 22:41

A mão amiga, sem medir esforços, não tem noite nem dia, nem chuva nem sol eles estão sempre a disposição…

Reply
Fabio Mozer 02/02/2018 - 20:34

Conversa fiada sempre falam isso

Reply
Oldair Zambonin 02/02/2018 - 20:01

Mentira

Reply
Juci Nilson 02/02/2018 - 17:51

Tudo que o exército brasileiro bota a mão da serto . Parabéns exército brasileiro

Reply
Marcelo Kandango 02/02/2018 - 17:21

Eles puxam 1 chega 4 na fila essa operação está fadada ao fracasso. Mais de 30 km de fila e aumentando a cada minuto.

Reply
Rogério Silva 02/02/2018 - 13:32

Se o exército está ali está certo! Pois ali não averá superfaturamento!

Reply
Edielso aparecido de Aquino 02/02/2018 - 09:35

O que seria se não existisse. O exército brasileiro .porque está DNIT não presta pra nada a não ser receberem seus salários e nada faz e e orgao do governo, que não se importa muito com nossas roddovias mas graças ao exército e que ainda nós motorista temos ajuda parabéns ao grupamento e pelotão do exército.

Reply

Escreva um comentário