Polícia prende quadrilha suspeita de roubar pneus de caminhões em seis estados




A operação Corsário do Norte da Polícia Civil prendeu uma quadrilha suspeita de roubar pneus, peças e combustíveis de caminhões. O grupo agia em seis estados, Tocantins, Minas Gerais, Sergipe, Goiás, Maranhão e Piauí, segundo o titular da Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Araguaína, José Anchieta de Menezes.

Conforme o delegado, a base do grupo ficava em Araguaína. Na cidade foram presos Edimilson Passos Lima e Edvaldo Alves da Silva. As investigações apontam que Edimilson era encarregado de vender na cidade os produtos roubados, com a ajuda de Edvaldo, que trabalhava em uma borracharia e comercializava os pneus.

A polícia informou ainda que Jaqueline Silva de Andrade foi presa em Aracaju (SE). Ela é suspeita de coordenar os roubos, juntamente com Edimilson. Além disso, ela é suspeita de fornecer os recursos para que o grupo pudesse realizar os roubos.

LEIA MAIS  28ª Gincana do Caminhoneiro - Agora já são 15 classificados para a grande final

Em Minas Gerais, os policiais cumpriram mandados contra Irineu de Jesus Sousa e Antonio Michel Andrade Silva. Segundo a polícia, eles já estavam presos desde setembro do ano passado. Os dois são suspeitos de executar os roubos e furtos.

“Em setembro, eles foram presos em flagrante por causa de um roubo. Mas o mandado de prisão expedido agora é decorrente da conclusão das investigações, já que eles estão sendo investigados por 11 roubos e 10 furtos”, informou o delegado.

A polícia investiga o grupo desde maio do ano passado, quando ocorreu um roubo em Presidente Kennedy. Na época, a polícia começou a monitorar integrantes da quadrilha e localizou um depósito com cerca de 100 conjuntos de pneus e rodas em uma casa em Araguaína.

LEIA MAIS  No primeiro dia de fiscalização, ANTT notifica 31 empresas por não cumprirem o Piso Mínimo do Frete

O delegado informou que as investigações continuam para prender outras pessoas que fazem parte do esquema.

Fonte: TV Anhanguera




Deixe sua opinião sobre o assunto!