Venda de caminhões novos salta 56% em janeiro




O setor de caminhões começou 2018 com uma alta de 56% nas vendas de modelos novos, segundo dados da federação de concessionários (Fenabrave). Foram 4.594 unidades emplacadas no primeiro mês do ano, contra 2.940 em janeiro de 2016.

O salto ocorre na comparação com os volumes baixos do início do ano passado, os piores em quase 20 anos no país. Mesmo assim é uma boa notícia, de acordo com Alarico Assumpção, presidente da Fenabrave.

“O cenário econômico, deste início de ano, é totalmente diferente do início de 2017”, afirmou.
Entre as marcas, a Mercedes-Benz foi responsável por emplacar 31% do total, seguida pela Volkswagen (25%) e Ford (12%). Scania (10%), Volvo (8%) e Iveco (6%), completam o ranking das maiores no segmento.

LEIA MAIS  Acidentes na Curva da Santa podem ser resolvidos com uma área de escape

Líder pesado

Assim como no final do ano passado, os caminhões pesados seguem puxando a recuperação do setor. Em janeiro, o segmento foi responsável por 1 em cada 3 unidades novas emplacadas.

Os semipesados responderam por 30% do total. Juntos, pesados e semipesados corresponderam a 65% do mercado de caminhões em janeiro.

Por isto, não é coincidência que o caminhão mais vendido do país é um pesado: Scania R440. O modelo, que emplacou 228 unidades em janeiro, tem motor 13 litros de 440 cavalos, nas configurações de rodas 4×2, 6×2, 6×4 e 8×2.

Para Roberto Barral, diretor-geral da Scania no Brasil, o segmento acima de 16 t de peso bruto total (PBT), que engloba os pesados e semipesados, deve chegar a 35 mil unidades neste ano.

LEIA MAIS  Empresa holandesa recebe DAF CF Electric

“Teremos um ano eleitoral pela frente e é fundamental que a economia continue demonstrando certa independência do cenário político como aconteceu nos últimos meses de 2017”, afirmou Barral.

Outros dois fatores poderão ser decisivos para um ano melhor: os grandes frotistas estão voltando a fazer consultas para compras e o potencial de substituição da frota Euro 5 envelhecida.

Fonte: Auto Esporte




Deixe sua opinião sobre o assunto!