Motorista de ônibus é demitido após manobras arriscadas em SP




Um caminhoneiro flagrou o momento em que o motorista de um ônibus rodoviário realiza manobras arriscadas na Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá, no litoral de São Paulo, para evitar a ultrapassagem do veículo. A empresa afirma que já demitiu o condutor e a agência de transportes do Estado vai investigar o caso.

As imagens foram gravadas na última semana, compartilhadas em um grupo colaborativo e viralizaram na internet. No vídeo, é possível notar o caminhoneiro tentando realizar a ultrapassagem e o motorista do ônibus evitando. Em certo momento, o caminhão quase é lançado para fora da pista ao ser fechado.

Em uma postagem, o caminhoneiro afirmou que enquanto realizava a ultrapassagem de outro veículo comercial em velocidade máxima permitida da via, o motorista do ônibus, que seguia atrás, começou a “apertá-lo” ao piscar o farol. Quando o condutor conseguiu a passagem, ele alega que foi xingado por estar andando “devagar”.

LEIA MAIS  Neobus amplia presença no Rio de Janeiro com novo fornecimento do urbano New Mega

“Eu perguntei qual era a dele, se ele estava maluco. Deste momento em diante, ele começou a fazer isso [as manobras na pista]. Eu estava trabalhando”, justificou no texto. Tentamos contato com o caminhoneiro, mas até a publicação desta reportagem ele não respondeu aos questionamentos feitos. O motorista do ônibus não foi localizado.

“Considero como irresponsabilidade dos dois motoristas. Tudo baseado na intolerância no trânsito. Eles estão errados”, afirmou o capitão da Polícia Militar Rodoviária, Paulo Barbosa Siqueira Filho, responsável pela área. Ele informou que solicitará formamente à empresa do ônibus a identificação do condutor.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) informou que vai fiscalizar o ocorrido diretamente com a Viação Ultra. “A Agência repudia toda e qualquer infração de trânsito e má conduta das empresas que realizam o transporte intermunicipal de passageiros”, afirmou por meio de nota oficial.

LEIA MAIS  Marcopolo participa do I Fórum das Cidades Inteligentes, Humanizadas E Inovadoras

A encarregada das agências da Ultra, Jeane Novaes, informou que a empresa tomou ciência do ocorrido pelas redes sociais. “A Ultra abomina qualquer tipo de conduta que coloque em riscos os nossos passageiros e funcionários. Por isso, já demos providência ao desligamento desse motorista”, afirmou.

Fonte: G1




Deixe sua opinião sobre o assunto!