Há vagas: como conseguir um emprego como caminhoneiro?




Nos último anos o Brasil enfrentou uma grave crise econômica. Medidas equivocadas do governo causaram milhões de demissões em todo o país. Todos os setores da economia tiveram retração, e a economia do país encolheu. Porém, a economia começou a reagir, a indústria brasileira está crescendo, e o melhor: HÁ VAGAS!

Setores como o de transporte, que foram muito afetados pela crise, tem feito centenas de contratações toda semana. As empresas voltaram a comprar caminhões, a safra cresceu, a produção industrial também, por isso o cenário sofreu uma reversão.

No momento, as empresas tem uma grande oferta de vagas de trabalho, porém, há ainda mais trabalhadores a procura de trabalho. Por isso, muitas empresas tem contratado trabalhadores com experiência e capacitação. Há cerca de 8 anos, as exigências eram mínimas para o setor de transporte, pois faltava mão-de-obra.

Com a grande oferta de profissionais, as transportadora preferem motoristas qualificados, com larga experiência no transporte, conhecimento em rotas que a empresa atua, e outros conhecimento gerais. Mas o que fazer se você não tem experiência? Seguem algumas dicas que podem ajudar:

Estude! Estude muito! Mesmo no setor de transportes, que a qualificação necessária não é tão alta, profissionais com mais escolaridade e cursos no currículo são mais valorizados. Várias empresas do setor já pedem caminhoneiros que tenham ensino médio completo. Por isso, estudar nunca é demais.

Qualifique-se! Outro ponto fundamental de muitas contratações é a qualificação. Fazer cursos e treinamentos voltados ao setor que deseja atuar são essenciais. Há no Brasil várias escolas de capacitação de motoristas, que realizam treinamentos teóricos e práticos para novos caminhoneiro, além de já encaixarem muitos alunos em empresas que precisam de caminhoneiros qualificados.

LEIA MAIS  Justiça do Trabalho indica que motoristas não devem integrar a base de cálculo para a cota de portadores de deficiência

Faça os cursos obrigatórios. Os cursos mais exigidos são o do MOPP (Movimentação e Operação de Produtos Perigosos), e o EAR (Exerce Atividade Remunerada), mas outros cursos podem ser exigidos, como direção defensiva e econômica, primeiros socorros e etc. A legislação especifica diversos cursos como exigência para alguns tipos de transporte, como produtos químicos ou transporte de estruturas com grandes dimensões. Para se candidatar à uma vaga, é necessário saber antes se a empresa exige tais cursos.

Atualize sua CNH. A maioria das empresas hoje tem contratado motoristas carreteiros. Se possível, troque a letra de sua Carteira Nacional de Habilitação assim que possível. Além de ser uma forma de conseguir trabalho, pode ser o que falta para uma promoção na empresa que trabalha, passando de motorista truck para carreteiro. Não é um gasto, é um investimento!

Fique atento aos anúncios. Muitas empresas tem usado as redes sociais para divulgação de vagas de emprego. Porém é necessário ficar atento ao anúncio. O que e como a empresa pede, como deve ser feito o envio de currículo e etc. No Blog do Caminhoneiro também há dezenas de vagas divulgadas, e muitos textos publicados, mesmo com todas as informações detalhadas sobre a empresa, exigências para as vagas e formas de se candidatar, recebem muitos comentários do tipo “Me liga”, ou “Meu telefone é 9999-9999”. As empresas não se atentam a essas informações, pois geralmente é pedido que os currículos sejam enviados por e-mail ou pelo site da empresa. Por isso, é necessário ler o anúncio feito com toda a atenção.

LEIA MAIS  Ghelere Transportes tem vagas para motoristas carreteiros em Maringá-PR

Não seja o dono da verdade. Ser humilde também pode ser de grande valia para se conseguir experiência. Estar aberto a novos conhecimentos, novas tecnologias, novos cursos e formas de trabalhar é essencial para se manter competitivo. Também não é preciso querer começar por cima. Empresas pequenas, com pouco caminhões ou caminhões mais antigos são, muitas vezes, a melhor porta de entrada para o setor de transportes.

Procure em sua região. Como o setor de transporte voltou a crescer em todo o país, as vagas também tem sido abertas em todo o país. É necessário entrar em contato com empresas e motoristas da região para se ter conhecimento sobre elas. Muitas vezes as vagas são divulgadas apenas nas rodas de conversa. Também é muito bom ficar atento a anúncios em rádios locais, jornais e pelas agências de emprego da região.

As contratações voltaram ao setor de transportes e não vão parar. As previsões são boas, e a sobra de profissionais, pode, em breve, voltar a ser falta de profissionais, como aconteceu em anos anteriores.

O Blog do Caminhoneiro deseja que você consiga logo aquela vaga que está a procura!




15 comentários em “Há vagas: como conseguir um emprego como caminhoneiro?

  • 05/05/2018 em 11:29
    Permalink

    Venho tentando entrar nessa área pois trabalhava em transporte de valores.e muito difícil as empresas darem uma oportunidade.pois venho tentando e não dão oportunidade aqui na minha região.para quem ta começando nessa área.

    Resposta
    • 05/05/2018 em 14:16
      Permalink

      É camarada tô nessa também aqui em Minas Gerais é muito complicado.

      Resposta
  • 05/05/2018 em 08:49
    Permalink

    o trasnporte ta uma porcaria isso sim

    Resposta
  • 05/05/2018 em 00:42
    Permalink

    Uma situação revoltante é vc ser profissional ter experiência e não ser contratado pq não tem cinco anos no mínimo na mesma empresa, só interessante lembrar que ninguém é obrigado a ser escravo e profissional deve ser valorizado sempre. Busco oportunidade em Qualquer região do pais desde que bem remunerado 11 986875680

    Resposta
  • 04/05/2018 em 23:01
    Permalink

    Tenho experiência. Tenho todos os curso da resolução 168 e varios NR. Tenho curso técnico. É estou desempregado há 6 meses. Espalhei currículo pra todos os lados. Mas ninguém chama pra nada. O setor ta horrivel. Tá muito difícil arrumar emprego..

    Resposta
  • 04/05/2018 em 22:53
    Permalink

    O salário baixo para o caminhoneiro não vale mais o investimento no setor, por isso me afastei da profissão de motorista carreteiro, mesmo tendo ensino médio e todos os cursos na área de transporte e mais de 30 anos de experiência, a distância da família em relação aos salários pagos não vale apena, os empresários não reconhecem um profissional zeloso e qualificado. Infelizmente está é a realidade das empresas no Brasil, se pudesse iria para o exterior.

    Resposta
  • 04/05/2018 em 21:31
    Permalink

    Olá Boa noite a todos, mudei de habilitação há cerca de 2 anos e meio, mas, sem experiência todas as portas q procurei se fecharam para mim. Tenho 43 anos, todos os cursos de transporte, ensino médio completo e 1 período de Direito. Fui vendedor a vida toda, sempre quis ser motorista então comecei a fazer esses cursos. Espero ainda ter uma oportunidade no ramo de transporte. Mas esbarro ainda na falta de “experiência”, fiz algumas viagens, mas por conta própria .Emerson Soares abraço a todos

    Resposta
  • 04/05/2018 em 18:33
    Permalink

    Verdade seja dita, hj no Brasil não tem nenhum patrao que consegue rodar com estes impostos, preço diesel sobe quase toda semana, este governo não faz nada , aí todos motorista reclama.
    Tem uma empresa na minha região que abriu recuperação judicial , pois o montante de motorista que levaram na justiça e absurdo, o passivo trabalhista deste empresa chega a 10 milhões de reais, aí pergunto a culpa cai onde , no governo, no patrão ou na classe de motorista que não tem união… Fica a dica.

    Resposta
  • 04/05/2018 em 17:41
    Permalink

    Sou motorista carreteiro desde 2000,abandonei a profissão em agosto de 2016 devido ao descaso c o profissional do transporte,nada nesse país funciona sem caminhão,e,no entanto ,no ramo de transporte,somos os menos remunerados!!!!! Damos a cara a tapa p as dificuldades da estrada,restringimos nossas família da nossa companhia…o salário hoje não justifica os riscos

    Resposta
  • 04/05/2018 em 17:26
    Permalink

    Sou motorista,estou desempregado a mais de um ano, e tenho distribuído cv por muitos lugares,estou sempre de olho em sites e rede sociais e ate agora nada.mas não desisto,essa é a minha profissão

    Resposta
  • 04/05/2018 em 16:57
    Permalink

    Não sejam idiotas de serem motoristas de caminhão ou carreta,estudem para serem qualquer outra profissão Menos essa,aqui ninguém digo ninguém mesmo tempo respeita,parece qUE vc não tem família, vc é tratado pior q cachorro vira lata,só sabem tudo cobrar média velocidade e horário,salário q é bom uma miséria.Não temos ninguém por nois ,só Deus, amigos não sejam motoristas sejam qualquer outra coisa menos moto.

    Resposta
  • 04/05/2018 em 14:36
    Permalink

    Olá , boa matéria , entretanto eu tenho , CNH : AE.EAR.MOPP ( Averbado ) , Ensino Médio Completo , informática Básica , tirei 5 CNHs , já foi mais de 3 anos enviando Currículo , eu não tive ajuda de transportadora , Motorista velho de Empresa , Encarregado , psicológa ou qualquer instituição gratuita , foi tudo pago do meu bolso , e minha competência de passar na provas , aprendi muito , mas não tive ajuda de ninguém , porém ainda eu acredito em min , fisso tudo sozinho com muito orgulho , mesmo assim com essa qualificação , não pode nem encosta a mão no caminhão ou carreta , fora o prejuízo financeiro , já que não tive , 1 centavo de retorno , digo a todos por não esperar ou acreditar demais nessa profissão , pois você pode se da mal igual a eu , até agora a minha história e essa …Tchau..

    Resposta
  • 04/05/2018 em 13:53
    Permalink

    Achei muito proveitoso josenir Rio de Janeiro

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!