Caminhoneiros protestam contra tempo de espera no Porto de Salvador




Um grupo de caminhoneiros realizou um protesto nesta sexta-feira, 20, no Porto de Salvador. A manifestação, que começou por volta das 20h desta quinta, 19, foi motivada por atrasos relacionados ao tempo de espera dos trabalhadores para a carga e descarga dos veículos.

Um dos participantes do ato informou que levou seis horas nesta quinta para descarregar um material, tempo que, segundo ele, deveria ser de 15 minutos. O caminhoneiro chegou ao local às 9h e só conseguiu realizar o serviço às 15h, devido a um problema técnico no maquinário.

Além da espera, os trabalhadores reclamam também das regras para a carga e descarga. Durante o procedimento, os caminhoneiros devem permanecer dentro do veículo, utilizando o cinto de segurança. Caso esta determinação não seja cumprida, o veículo é ‘bloqueado’ e não pode retornar ao Porto.

LEIA MAIS  Petrobras recebe R$1 bilhão por subvenção ao diesel ente janeiro e agosto

“A estrutura do portuário está lamentável. Tem vezes que demoramos até quatro dias para carregar e descarregar, e o cliente acaba se negando a pagar o valor correto do frete”, reclamou o presidente da Associação Baiana dos Caminhoneiros, Lucimar Sousa.

A categoria se reuniu com a administração do Porto, que assegurou que as reivindicações serão atendidas até segunda, 23. Caso isto não ocorra, um novo protesto pode ser realizado no local.

Em nota, a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), informou que a manifestação foi em decorrência do sistema operacional do Tecon Salvador, terminal de contêineres do grupo Wilson Sons, e que já solicitou à empresa medidas para evitar futuras ocorrência do gênero.

LEIA MAIS  PRF fiscaliza horário de descanso diário de caminhoneiros

Fonte: A Tarde




Deixe sua opinião sobre o assunto!