Coluna Mecânica Online – Eletrificação: as diferenças entre veículos elétricos, híbridos e outras motorizações eficientes

por Blog do Caminhoneiro

É cada vez maior a abordagem sobre veículos eletrificados e suas particularidades. Entender qual a melhor opção para o mercado é o desafio da indústria automotiva.

Qual a melhor opção de motorização para moldar um futuro mais sustentável? É preciso entender como os como os veículos serão impulsados, conduzidos e integrados à sociedade.

Entre as motorizações para moldar um futuro mais sustentável, encontramos tecnologias 100% elétricas, híbridas, combustão mais eficientes e até mesmo o primeiro propulsor de compressão variável de produção do mundo. A seguir, destacamos as principais diferenças entre elas considerando os veículos desenvolvidos pela Nissan.

Motores a gasolina mais eficientes

Quanto às motorizações a gasolina mais eficientes, temos o primeiro motor turbo de compressão variável de produção em massa no mundo.

Chamado de Nissan VC-Turbo. Ele foi lançado globalmente este ano e trabalha ajustando continuamente a taxa de compressão para otimizar a potência e a eficiência do combustível.

O propulsor passou mais de 20 anos em desenvolvimento e representa um grande progresso no design de motores de combustão. Ele utiliza dois ciclos de combustão, nos quais a sincronização eletrônica da válvula variável permite que o motor se alterne entre o ciclo Atkinson e os ciclos de combustão normais.

Isso diminui a emissão de CO2 e oferece um motor com menos ruído e vibrações. Ele também possui um sistema que usa a injeção multiponto como injeção direta, o que aumenta a eficiência e o rendimento do combustível. O motor alterna entre ambos durante as velocidades normais do motor. Os dois conjuntos de injetores são capazes de funcionar simultaneamente sob cargas mais altas.

Motores 100% elétricos

Composto por um motor 100% elétrico, um sistema de baterias e um inversor, o e-Powertrain impulsa os veículos elétricos da marca. Trata-se de um sistema leve e compacto em comparação aos motores de combustão interna, produzindo vibrações muito baixas e torque instantâneo.

O e-Powertrain não emite CO2, consome menos energia que um motor de combustão e não requer complementos nem peças móveis, que se desgastam com o calor e o atrito (partes do sistema de refrigeração ou de ignição, óleos, válvulas, pistões, entre outros).

O Nissan LEAF é líder global de vendas, com mais de 320.000 unidades comercializadas mundialmente desde seu lançamento, em 2010. Já a van elétrica e-NV200 tem mais de 18.000 unidades vendidas no mundo e, recentemente, a marca anunciou o começo das vendas de sua nova geração, que traz maior autonomia.

Motores híbridos

Os veículos híbridos possuem dois motores: um elétrico e outro a gasolina. Quando o veículo é ligado, ele automaticamente entra no modo elétrico, economizando combustível.

Dependendo de fatores como o nível de carga da bateria, as condições do caminho ou o estilo de condução do motorista, o motor elétrico é o responsável por impulsar o veículo até atingir aproximadamente 60 quilômetros por hora. A partir desse ponto, o motor de combustão entra em funcionamento para complementar ou substituir o motor elétrico.

Dentre as vantagens deste motor estão o maior rendimento do combustível, menos emissões de CO2, bem como maior eficiência e potência. Atualmente, o motor híbrido da Nissan está sendo usado no X-Trail Hybrid, que gera até 28,8% menos emissões que sua versão com motor a gasolina.

Motores e-POWER

Desenvolvimento exclusivo da Nissan lançado em 2016, o e-POWER é composto por dois motores: um elétrico e um pequeno motor a combustão interna. Este tem a função de gerar energia para alimentar o motor elétrico quando a carga se acaba. Isso elimina a necessidade de um carregador externo (plug in).

As vantagens são traduzidas em menos emissões de CO2 se comparado aos motores a gasolina, um motor com menos ruídos e vibrações (o motor a combustão trabalha em uma rotação única e constante), e um sistema inovador que diminui a dependência do motor elétrico das estações de carga.

Além disso, o modo de condução do e-POWER também incorpora o sistema e-Pedal, que permite que o condutor ligue, acelere, desacelere e pare o veículo com um único pedal.

Hoje em dia o e-POWER é comercializado com sucesso no Japão no compacto Nissan Note. O Note e-POWER possui eficiência de combustível 30% maior que a dos veículos convencionais impulsados por motores a gasolina com características semelhantes. Além disso, a companhia anunciou que em breve a popular minivan Nissan Serena também incorporará o sistema e-POWER.

“As nossas opções variadas de motorização buscam atender às necessidades dos clientes, e todas estão focadas em nossa visão de marca, com a qual queremos proporcionar mais autonomia, mais eletrificação e mais conectividade para mover as pessoas para um mundo melhor”, afirmou Redmer Van Der Meer, vice-presidente da área de planejamento da Nissan América Latina.

Fonte de energia e aplicação
Motores a gasolina mais eficientes Modelos 100% elétricos (e-Powertrain) Motores híbridos Motores e-POWER
Nova geração do Altima com o VC-Turbo LEAF e a van comercial e-NV200 X-Trail Hybrid Note e-POWER

Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

COMENTAR

Artigos relacionados