Exército e polícia deflagram operação contra roubo de cargas no Rio




Uma operação contra o roubo de cargas foi deflagrada hoje (11) na região metropolitana do Rio. Participaram da ação integrantes das polícias Civil e Militar, da Força Nacional e do Exército. A Avenida Brasil, via de acesso à cidade que registra grande número de assaltos contra motoristas, foi um dos pontos de abordagens de caminhões.

A ação, batizada de Dínamo Cargas, contou com a presença do secretário estadual de Segurança, general Richard Nunes, que ressaltou a diminuição dos índices de roubo de cargas, desde o início da intervenção federal no estado, em fevereiro deste ano.

“Esta operação tem como objetivo integrar todas as forças da intervenção, para que a gente possa reduzir esta modalidade criminosa, que é uma das formas de financiamento do crime organizado. Nós estamos atuando nas manchas criminais levantadas pelo Instituto de Segurança Pública [ISP], atuando principalmente na Avenida Brasil, entre os trevos que dão acesso às rodovias federais, até a Vila Kennedy. Do outro lado da Baía de Guanabara, estamos atuando em São Gonçalo, e na Baixada Fluminense, particularmente em Queimados e Belford Roxo. A operação está ocorrendo simultaneamente em todas essas áreas”, explicou o secretário.

LEIA MAIS  SPMAR realizará 7ª edição da Campanha Vida nos Eixos

O delegado Delmir Gouvea, titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), explicou que a operação deriva do aperfeiçoamento dos trabalhos de combate ao crime organizado iniciados em abril deste ano.

“Estamos priorizando a investigação, para identificar os criminosos que roubam as cargas, bem como aqueles que mandam roubar e que levam para as favelas, onde é feito o transbordo. Isto tem dado resultados. Em relação ao mesmo período do ano passado, nós já reduzimos em 1.205 caminhões roubados, fazendo uma média de 20% ao mês em redução”, disse o delegado.

Segundo ele, atualmente, o município que tem registrado mais casos de roubo de cargas é São Gonçalo. Outro município que apresenta altos índices do crime é Belford Roxo. Na capital, as regiões onde há mais incidência são as zonas norte e oeste. Em cinco meses, o delegado contabilizou 50 prisões e 100 pessoas indiciadas.

Até a publicação desta matéria, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Seseg) ainda não havia divulgado o balanço da operação.

LEIA MAIS  PRF e Polícia Civil de Goiás desarticulam quadrilha de roubo a carga

Mais cedo, também na Avenida Brasil, um tiroteio resultou em dois policiais feridos e quatro criminosos presos. Segundo a PM, os criminosos fizeram disparos quando avistaram uma viatura. Um policial foi atingido na perna e socorrido ao Hospital Geral de Bonsucesso, outro ficou ferido por estilhaços no rosto, sem gravidade.

Um criminoso foi preso na hora e foram apreendidos dois fuzis, uma pistola e uma granada, além de um carro recuperado. Em seguida, os policiais conseguiram prender mais dois envolvidos na ação em uma rua próxima. Um outro suspeito deu entrada ferido ao Hospital Evandro Freire.

Fonte: Agência Brasil




Deixe sua opinião sobre o assunto!