PRF e MP-RO realizam operação “Combustão” e prendem 17 por combustível clandestino




Na tarde da última quinta-feira (20), foi concluída, com êxito, a fase executiva da “Operação Combustão”, que teve início há aproximadamente oito meses e foi realizada em cooperação com o Ministério Público e o Poder Judiciário de Ariquemes/RO, contando, ainda, com o apoio do Exército Brasileiro, da Perícia Técnica da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros.

A operação começou com uma denúncia anônima feita à Central de Atendimento da PRF (via número 191) e desencadeou ações em campo por parte do Núcleo de Inteligência, que realizou a coleta de acervo probatório robusto quanto à prática corriqueira de comércio clandestino de combustíveis, bem como adulteração do material e seu depósito em condições irregulares, causando danos ambientais e gerando riscos à coletividade.

No início da manhã de quinta, mais de 30 policiais rodoviários federais efetuaram o cumprimento de 17 prisões e a apreensão de R$ 81.813,40 (oitenta e um mil e oitocentos e treze reais e quarenta centavos), de 4 armas de fogo, 47 munições e 8.820 litros de combustível (entre óleo diesel, álcool, gasolina, óleo vegetal e arla).

LEIA MAIS  PRF recupera caminhão roubado e prende dois homens suspeitos de integrar quadrilha de roubo de cargas

Cumpre destacar que a Polícia Rodoviária Federal foi a única força policial envolvida na operação, demonstrando seu alto nível de profissionalismo e eficiência na realização de ação controlada por longo, devidamente ajustada com o Ministério Público e autorizada pelo Juízo da 3ª Vara Criminal de Ariquemes.

LEIA MAIS  PRF recupera caminhão roubado e prende dois homens suspeitos de integrar quadrilha de roubo de cargas

Os indivíduos presos responderão pelo cometimento de delitos de diversas naturezas, como, por exemplo, crime ambiental, receptação e associação criminosa. As penas somadas podem chegar, em alguns casos, a mais de 40 anos de prisão.




Deixe sua opinião sobre o assunto!