Scania volta a contar com segundo turno de funcionários

por Blog do Caminhoneiro

A fábrica da montadora de caminhões Scania, localizada em São Bernardo, volta a contar com dois turnos para a produção. Isso não acontecia desde 2013, ou seja, antes de a crise econômica do País tomar força, e quando o mercado do setor ainda registrava crescimento. Atualmente, há 4.300 colaboradores na unidade da região.

A informação foi confirmada pela empresa e pelo SMABC (Sindicato dos Metalúrgicos do ABC), que afirmou que o novo turno é para a elaboração de chassis, o que corresponde à maior demanda da planta. De acordo com o presidente da entidade que representa os trabalhadores da categoria, Wagner Santana, o Wagnão, a mudança vem alinhada com a estratégia da empresa, focada no mercado de exportações.

“A Scania está em um bom momento, tanto que contratou 800 pessoas entre o ano passado e este ano. Isso porque eles têm uma estratégia de exportação global do produto, ou seja, é o mesmo item que é fabricado em qualquer uma das plantas do mundo. Então, eles possuem essa facilidade de competitividade no mercado externo”, disse.

Em 2017, a companhia sueca anunciou que a planta são-bernardense, que produz caminhões, ônibus e motores, deve receber até 2020 investimentos na ordem de R$ 2,6 bilhões. Os recursos serão direcionados para o desenvolvimento de novos produtos, além da modernização industrial e da rede de concessionárias. O investimento foi impulsionado pelas exportações, que hoje correspondem a 70% do que é fabricado no local.

No fim de agosto, a Scania inaugurou na cidade a primeira fábrica no País para solda a laser de 19 modelos de cabinas. Em área de 13 mil m², o local recebeu investimento de cerca de R$ 340 milhões (75 milhões de euros). A unidade tem capacidade para produzir até 25 mil cabinas por ano e segue características da indústria 4.0, utilizando tecnologia como aliada da automação, com processo de soldagem do teto e das laterais das cabinas por meio da utilização de laser.

Cerca de 160 colaboradores foram qualificados com mais de 10 mil horas de treinamento e realocados para manusear 75 robôs dedicados ao processo de solda. Com a inauguração, a Scania passou a ser a única montadora de veículos comerciais do Brasil que utiliza o laser no processo de solda em 100% de suas cabinas. A nova unidade foi classificada como a mais moderna e automatizada da Scania em toda a América Latina pela empresa.

Fonte: Diário do Grande ABC

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário