ANTT analisa casos suspeitos de descumprimento da tabela de frete




Acusada pelos caminhoneiros autônomos de não fiscalizar o cumprimento da tabela do frete rodoviário, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizou nesta segunda-feira, 19, uma operação de fiscalização no Pará. De um total de 66 veículos vistoriados, 13 apresentaram “inconformidades” em relação à tabela do frete, informou a agência reguladora. Os documentos estão sendo analisados e, ao final, os fiscais poderão aplicar multas. Os valores variam de R$ 550,00 a R$ 10.500,00.

Os fiscais encontraram também outros tipos de irregularidades, não relacionados com o preço do frete. Foram lavrados 34 autos. De acordo com a ANTT, foram encontrados seis veículos transportando areia sem a devida documentação fiscal e ambiental e sem o devido cadastro junto à agência reguladora. “Os responsáveis foram orientados a se dirigir à Secretaria de Fazenda Estadual (Sefa) para emitir as respectivas notas fiscais e também apresentar a autorização ambiental para extração do produto”, diz nota divulgada pela ANTT.

As localidades fiscalizadas foram: Benevides, Castanhal e a saída do porto de Vila do Conde. A agência informa que as fiscalizações continuarão ao longo dos próximos dias e também durante o mês de dezembro.

LEIA MAIS  Grupo Getel tem vagas para agregados

Fonte: Estadão Conteúdo




15 comentários em “ANTT analisa casos suspeitos de descumprimento da tabela de frete

  • 21/11/2018 em 12:58
    Permalink

    Realmente estamos sozinhos nessa guerra somos donos dos caminhões mas quem coloca o preço e a transportadora….aqui no RS os fretes estão todos abaixo da tabela e ninguém faz nada??????

    Resposta
  • 21/11/2018 em 12:49
    Permalink

    Não sei vcs, mas o frete piorou de uns tempos para cá, já denunciei na ANTT varias transpotadoras que não cumpre os valores inclusive abaixaram mais ainda , se não fiscalizar não vai adiantar , estamos falidos e as transportadoras enriquecendo cada dia mais !!!

    Resposta
  • 21/11/2018 em 11:52
    Permalink

    Estou muito confiante que o nosso presidente Bolsonaro vai fazer algo pra gente. .

    Resposta
  • 21/11/2018 em 11:44
    Permalink

    Tudo e tabelado pelo dólar soja, milho, combustível etc, porque o frete não,esses sangue suga dessas transportadoras só enrriquecem em cima de uma classe sofredora,tem que acabar com as transportadoras ou podemos chamar de atravessadores, passar o frete direto para autônomo porque já pagamos mesmo seguro da carga….

    Resposta
  • 21/11/2018 em 11:23
    Permalink

    Sei que o momento e de propor paralisações,mas se a ANTT não fizer o trabalho dela que é fiscalizar e punir os infratores, vamos parar outra vez até que se resolva essa questão,pois a lei quando é para nós autoar são ligeiros de mais, vc sai na viagem e quando retorna o aviso de multas rodoviárias chega primeiro que a vemge em casa, Brasil é o país onde as leis só funciona contra os mais fracos

    Resposta
  • 21/11/2018 em 10:52
    Permalink

    Eu só tenho a certeza que vai dar tudo certo quando a ANTT fechar cerco dos ciot e manifesto que não consegue gerar os documentos aí eu do valor.por que tem transportadora que trabalha na carta frete aínda e já faz mais de 8 anos que já se foi mas eles ainda continua.e tem outra coisa nós mão somos obrigados a pagar seguro de cargas só no MT e MS que cobrado por isso que não dá certo.esses bando de gente que quer acabar e falso mau da tabela por que ele não reclame das outras coisas que só sobe.

    Resposta
  • 21/11/2018 em 09:56
    Permalink

    Já reclamei várias vezes e não foi feito nada aqui no mato grosso do sul ninguém tá pagando a tabela e a ntt não vem fiscalizar por que

    Resposta
  • 21/11/2018 em 09:46
    Permalink

    Benedito Fermino Magalhães eu acho que só vai resolver o problema da tabela do frete quando ANTT coloca fiscalização eletrônica tem que trava a nota e GTE enfim trava todos os documentos de trânsito que daí o caminhoneiro não pôde viaja e também os caminhoneiros tem que ajuda e não fazer acordo pra carregar abaixo da tabela

    Resposta
  • 21/11/2018 em 09:34
    Permalink

    Tinha quê multa e casassar a carteira de motorista quê carregar fora da tabela o cara fica 11 dias na beira da estrada para conseguir uma melhora e aceita carregar fora da tabela este tipo de motorista tem quê ser extinto eu não carregoo

    Resposta
  • 21/11/2018 em 09:24
    Permalink

    Por aqui no nordeste não fiscalizam nada, e nem vai.
    E agora com a nova ministra é que essa tabela
    Vai pra o lixo, ela já insinuou que com essa tabela não dá! No fim das contas quem ganha é o empresário e os pião que vá praquele canto!

    Resposta
  • 21/11/2018 em 08:23
    Permalink

    Casos suspeitos que piada .Aqui em rondonia ninguem absolutamente ninguem paga tabela e eu nunca vi um agente da antt por aqui apesar que o forte aqui ainda e a madeira mas não pagam frete tabela e eles pagam o que querem. E ninguem denuncia com medo de ficar sem serviço e temos que transporta se não não pagamos as contas e parsela de caminhão.

    Resposta
  • 21/11/2018 em 07:56
    Permalink

    A antt tá e fechando os olhos para a tabela. Vais fiscalizar pra ver. Bom com a metade do valor da tabela de São Francisco pra Rondonópolis depois de 5 dias de espera num pátio de posto só gastando. Se Não viesse nesse valor ia tá lá parado ainda. A gente cobra da transportadora e ainda leva deboche na cara.

    Resposta
  • 21/11/2018 em 07:22
    Permalink

    pra me isso ta certo porq os caminhoneiro e cobrado por tudo paga muitas dispesa pra poder trabalhar e acaba sobrando pouca coisa pra seus sustento

    Resposta
  • 20/11/2018 em 21:04
    Permalink

    graças a deus e ao capitão Bolsonaro a antt ta começando a fiscalizar

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!