Motoristas de caminhão fazem gambiarra nos freios e arriscam a vida




Uma operação da Polícia Rodoviária Federal do Paraná flagrou caminhões de carga com problemas nos freios. Gambiarras que colocam em risco a vida de quem passa nas estradas. (VEJA VÍDEO)

Na BR-376, entre o Paraná e Santa Catarina, cenas de desespero. O caminhão carregado com bobinas de papel não consegue fazer a curva e tomba, esparramando a carga na pista. No mesmo trecho, mas em um outro dia, uma carreta bate em um carro, quebra a mureta de proteção e se arrasta na pista. São acidentes em série com gigantes sem freio, por falta de manutenção e improviso.

“Isso aqui é uma mangueira isolada, uma mangueira de freio isolada”. Quando a mangueira se rompe, o sistema de frenagem a ar não funciona. Muitos motoristas deixam de fazer o conserto para não gastar dinheiro com oficina nem perder tempo na estrada e amarram a mangueira com um arame ou uma borracha. Uma gambiarra que pode matar.

LEIA MAIS  Equipe de Bolsonaro já discute nova tabela de frete para evitar greve de caminhoneiros

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez uma operação na Serra do Mar, perto de Curitiba, para fiscalizar caminhões com problemas nos freios. No trecho considerado um dos mais perigosos do país, os policiais fizeram um flagrante atrás do outro.

Em um dos casos, as mangueiras de ar estavam rompidas e os freios soltos. “Pode pisar no freio lá que não vai acionar nada aqui”, explica o policial.

Um perigo que policiais e mecânicos nunca tinham visto com tanta frequência. De cada cinco caminhões vistoriados nesta quinta-feira (6), um tinha problemas com os freios. “De uma forma geral, todo esse conjunto está com menos de 15% de freio. Poderia acontecer um acidente grave se ele tivesse descido”, diz o coordenador de tráfego Fernando da Luz.

Os caminhões com irregularidades foram retidos e os motoristas, multados. O motorista do caminhão admite que sabia do risco que corria. “Mas tem que trabalhar, o frete está baixo também, não está fácil manter a manutenção em dia”.

LEIA MAIS  XPO irá usar mais bitrens na Espanha

“A economia que o motorista ou proprietário de caminhão faz, adiando a manutenção, não compensa o risco que ele oferece à própria vida de quem está dirigindo e à vida de terceiros”, afirma o policial Fernando Oliveira.

Fonte: Jornal Nacional




2 comentários em “Motoristas de caminhão fazem gambiarra nos freios e arriscam a vida

  • 10/12/2018 em 17:42
    Permalink

    A Situação é muito perigosa

    Resposta
  • 10/12/2018 em 17:37
    Permalink

    Já tive caminhão. Já tive caminhão velho e tive caminhão novo. Deixei de trabalhar com caminhão quando não tive mais condições de manter a manutenção e então preferi vender o caminhão e parar que recorrer aos remendos obrigatórios. Parei e fiz as as contas e vi que se continuasse não teria dinheiro como também o caminhão. O valor do frete não cobre as despesas.
    A minha situação era boa, eu tenho curso superior e também trabalho com TI, vendi o caminhão e voltei para a TI como funcionário. Mas e quem não tem essa opção?

    Então para sobrar algum dinheiro para a custear o básico que é a família os caminhoneiros são compelidos a estas práticas, sim é errado! Mas a situação é a seguinte, faz uma gambiarra aqui vai mais devegar e no fim coloca alguma coisa na mesa em casa. Conta com a sorte para sobreviver e vai vivendo.

    Agora o problema é que os grupos empresariais para terem ainda mais lucro estão marginalizando o transporte e empurrando todos para estas práticas, o resultado é este.

    O comentário do policial é pertinente e sua ação correta mas deixa-se de avaliar que o resultado da multa é ainda mais agravador deste cenário. Porque não se multa o embarcador por pagar um valor no frete que claramente não cobre as despesas. Será ele ingenuo ao ponto de saber que o valor pago não é justo? Não isso não é possível, mas o que podemos obter certamente deste cenário é que ele é um aproveitador. Não! O embarcador não deu esse desconto ao seu cliente ele embolsou esse valor menor que pagou para o transportador que não teve opção.

    É assim que funciona o país. Não é o governo o culpado e sim os empresários que em sua maioria não querem gastar energia melhorando seus processos e produtos para melhorarem o lucro, querem ganhar com base na exploração mantendo seus processos ineficientes e seus produtos sem qualidade. Afinal somos Brasil!

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!