PRF e Ibama concluem operação de fiscalização de empresas produtoras do reagente Arla 32




A PRF e o Ibama realizaram uma operação ambiental entre 26 à 28 de novembro para fiscalizar cinco empresas produtoras e três transportadoras do reagente Arla 32, que serve para reduzir emissões de poluentes atmosféricos em veículos movidos a Diesel. As fábricas estavam localizadas em São Paulo, São Bernardo do Campo, Diadema e Votorantim.

A operação culminou em seis autos de infração, 5 termos de apreensão e 1 empreendimento embargado pelo Ibama.

Foram encontrados empreendimentos sem Cadastro Técnico Federal, sem Licença de Operação, suspeitas de uso de ureia irregular na fabricação de Arla 32, e transportadoras com uso de emuladores para fraudar o sistema SCR, além de desligamentos do SCR para não utilização do reagente. Todas as transportadoras são prestadoras de serviço para a Ambev em Jundiaí.

Arla 32 – Produzido a partir de ureia de alta pureza, o Arla (Agente Redutor Líquido Automotivo) transforma óxido de nitrogênio em nitrogênio e vapor d’água, gases inofensivos para a saúde humana. O item é obrigatório em ônibus e caminhões com motores a diesel do padrão chamado “Euro 5”, fabricados a partir de 2012, que já seguem a sétima fase do Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve). Sua utilização segue normas internacionais de restrição às emissões de poluentes, controlando a emissão de gases, principalmente óxidos de nitrogênio (Nox).

Fonte: Agência PRF




Deixe sua opinião sobre o assunto!