Amigos ajudam caminhoneiro que teve caminhão incendiado durante ataques no Ceará




Amigos de um motorista que teve o caminhão incendiado durante a série de ataques criminosos no Ceará resolveram se juntar para fazer uma “vaquinha” e ajudar a vítima. O caminhoneiro Antônio Sousa de Lima lamentou o crime e disse que ainda faltava 16 parcelas do financiamento que fez para adquirir o caminhão que ele usava para trabalhar.

O veículo foi queimado em frente a um depósito de construção no Bairro Barroso, em Fortaleza. O estado vive uma onda de violência desde o dia 2 de janeiro, quando criminosos iniciaram uma sequência de ataques contra veículos e prédios públicos.

O caminhoneiro estacionou o veículo no depósito, e enquanto descarregava um frete de cimento, foi abordado pelos suspeitos. Os bandidos jogaram gasolina e queimaram o veículo. “A gente até implorou para que eles não fizessem isso, mas ameaçaram a gente”, lembrou o caminhoneiro.

LEIA MAIS  Grupo Boral apresenta caminhão modificado para pavimentação na Austrália

‘Situação não está tão boa’

Desde o ocorrido, o motorista autônomo está sem trabalhar. A vaquinha que os amigos criaram serve não só para compensar a falta de renda mensal, mas também para quitar o financiamento do caminhão incendiado.

“Minha situação não está tão boa porque aquele caminhão, eu só tinha ele. Era financiado, ainda faltam 16 prestações e eu não vou poder financiar outro. O meu ganha pão era ele”, lamentou.

“Eu tenho alguns amigos que estão dispostos a me ajudar. E por conta da campanha, já fizeram alguns depósitos na conta. No último extrato que eu tirei, eu pude ver algumas doações, graças a Deus”, comentou Antonio Sousa.

LEIA MAIS  Caminhão roubado em São Paulo há quase três anos é recuperado pela PRF na Bahia

Fonte: G1




13 comentários em “Amigos ajudam caminhoneiro que teve caminhão incendiado durante ataques no Ceará

  • 18/01/2019 em 07:31
    Permalink

    Já passei por essa situação só Deus e amigo eu queria o número da conta dele para fazer a minha parte ok?

    Resposta
  • 17/01/2019 em 21:35
    Permalink

    Alguém sabe me dizer como podemos ajudar na doação p nosso companheiro que teve o caminhão incendiado? Queria ajudar tbm.

    Resposta
  • 17/01/2019 em 16:07
    Permalink

    Parabéns pela atitude dos amigos que ajudaram esse trabalhador,e tem sim que endurecer ainda mais as leis pra vagabundo bandido e terroristas pois essas pessoas que tão fazendo isso não tem Deus no coração já pertencem ao lucifer

    Resposta
  • 17/01/2019 em 14:02
    Permalink

    Bolsonaro tem que criar uma lei de pena de morte para casos de terrorismo!
    E ENQUADRAR ESSES CASOS EM TERRORISMO!!! Quero ver se não acaba com essa bagunça.

    Resposta
  • 17/01/2019 em 13:57
    Permalink

    Bolsonaro tem que criar uma lei de pena de morte para casos de terrorismo! E ENQUADRAR ESSES CASOS EM TERRORISMO.

    Resposta
  • 17/01/2019 em 12:44
    Permalink

    Força meu amigo.Deus vai te dar forças para sair dessa.. Também estou pagando o meu aqui.Nao e fácil..E quanto a esses elementos coloca nas Mãos de Deus..E fica só observando o agir..DEUS É FIEL A QUEM O TEME…

    Resposta
  • 17/01/2019 em 12:15
    Permalink

    Aí o PT quer ir contra a Lei de armamento, pq não manda este partido ordinário pagar o coitado?

    Resposta
  • 17/01/2019 em 12:13
    Permalink

    Acho que o Estado e que deve pagar, já que e obrigação dele zelar pela nossa segurança, né?

    Resposta
  • 17/01/2019 em 11:39
    Permalink

    Bom dia como faco para ajudar o companheiro

    Resposta
  • 17/01/2019 em 11:02
    Permalink

    Meus sentimentos ao pai de família que depois de trabalhar tanto ainda passa por isso…
    Esse tipo de manifestação precisa ser tratado ao mesmo nível de terrorismo.
    E preciso uma resposta seria e rápida das altoridades

    Resposta
    • 17/01/2019 em 11:14
      Permalink

      Único meio de combater esses criminosos é pena de morte, so assim poderemos ter paz, bandidos na cadeia só dá despesas, e ficam comandando ataques de dentro do presídio.

      Resposta
    • 17/01/2019 em 11:50
      Permalink

      Clique onde está escrito vaquinha na reportagem.

      Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!