Bruto Lührs Motorports deixa a Copa Truck




A Copa Truck ainda se prepara para a temporada 2019, mas já sofre uma importante baixa, a equipe conhecida como Bruto Lührs Motorports, acaba de comunicar que desistiu de competir na Categoria este ano.

O Chefe da Equipe Luiz Renato Lührs destaca que o principal motivo foi o de não ter conseguido implementar uma operação de sucesso a partir da sua sede em Santa Catarina:

“Aqui no estado estamos fora do eixo de competições do asfalto, tivemos dificuldades de contratação de mão de obra especializada, barreiras com patrocinadores locais por não dispormos de um autódromo e de incentivo no estado, ainda não sabemos o nosso futuro, mas estamos abertos a novos objetivos”. Comentou Lührs que não descarta a possibilidade de negociar a equipe.

“Obviamente a equipe se encontra aberta para negociação de sua estrutura que é bem completa, temos dois caminhões muito bons e prontos pra correr, desenvolvidos em parceria direta com a fábrica, são muito potentes e claramente com bom investimento em manutenção e mão de obra especializada terão sempre chance de atingir pódios”. Comenta Lührs.

LEIA MAIS  Produção de caminhões cai 14% em Março

A equipe se despede da Copa Truck tendo disputado apenas seis corridas na categoria em 2017 com os pilotos Joel Mendes Jr e Duda Bana e duas corridas em 2018 com o próprio chefe da equipe no comando do caminhão. Contudo a equipe tem um histórico mais amplo de pilotos na extinta categoria que inclui Pedro Muffato, David Muffato e Roberval Andrade campeão de 2004 pela equipe.

Lührs também chamou a atenção para um fato importante, a possível ausência de caminhões Scania no grid em 2019:

“A menos que alguém compre a equipe, teremos dois Scanias a menos no grid desse ano, principalmente o caminhão bicudo “amarelo” que sempre gera muita repercussão com os fãs. Vale lembrar que esse caminhão já foi inclusive campeão da antiga Formula Truck e que mesmo com dois pilotos com pouca experiencia atingiu pódio e bons resultados em 2017. Hoje estamos correndo o risco de não termos a Marca na Categoria pois o próprio Roberval Andrade, atual campeão já anunciou que não corre de Scania esse ano”.

LEIA MAIS  Transpanorama amplia frota e anuncia abertura de vagas para motoristas carreteiros

O Anuncio não chega a colocar em cheque o crescimento apresentado pela categoria ano passado, mas acendem uma luz sobre a real situação das equipes e pilotos, mas com certeza é uma perda para categoria que vem num crescente número de caminhões no grid, para a marca Scania e principalmente para os fãs caso esses Trucks não alinhem na primeira corrida dia 24 de março em Goiânia.

Fonte: Planeta Velocidade




Deixe sua opinião sobre o assunto!