RESENHA DO FILME ESTRADA DA MORTE (1992)




Caros leitores, tenho ao longo de quase cinco anos publicado histórias da estrada nesta coluna. E já foram mais de setenta histórias publicadas nesse período.

Nesse começo de 2019, as histórias da estrada continuarão sendo publicadas mensalmente, entretanto, no intuito de enriquecer mais a coluna e dar aos leitores conteúdo diferenciado, estarei também publicando a cada dois meses, resenhas de filmes onde o caminhão e o caminhoneiro são os personagens.

É uma experiência e gostaria muito de saber a opinião dos frequentadores desse blog que presta um imenso serviço ao transporte rodoviário de cargas.

LEIA MAIS  Transportes Cavalinho tem vagas para motoristas carreteiros

Para começar, trago a resenha de um filme lançado em 1992, SILENT THUNDER (Trovão Silencioso) que chegou ao Brasil com o nome de ESTRADA DA MORTE.

Já o assisti duas vezes e vale o tempo passado à frente da TV (aproximadamente 1:30 h)

RESENHA DO FILME ESTRADA DA MORTE (1992)

Claude Sams (Stacy Keach) é um caminhoneiro prestes a oficializar sua união de quatro anos com sua atual companheira Vi Sams. Ele tem uma relação conflituosa com seu filho Paul e após discutirem, o rapaz é atropelado por uma carreta, enquanto trocava o pneu furado do carro.

LEIA MAIS  Petrobras diz que preço do diesel ficará acima da paridade internacional

Claude então se dedica a procurar o caminhão que atropelou seu filho tornando isso uma obsessão que começa a prejudicar seu casamento e pôr sua vida em risco.

O carreteiro misterioso que vai sendo revelado aos poucos ao longo do filme e os belos caminhões americanos aliado às perseguições de estrada são o ponto alto dessa produção.

Elenco:
Stacy Katch
Lisa Banes
Sandahl Bergman
Tom Bower
Déborah Mansy
Dwier Brown
Lenore Kasdorf
Thomas Wilson
Luce Rains
Dennis Hayden
Jake Walker
Matthew Hotsinpiller
Sam Gauny

 




Um comentário em “RESENHA DO FILME ESTRADA DA MORTE (1992)

  • 15/01/2019 em 12:09
    Permalink

    Espero que gostem dessas resenhas de filmes. Continuarei publicando as histórias da estrada normalmente

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!