Radar passa a multar motorista a mais de 40 km/h em cabine automática de pedágio

por Blog do Caminhoneiro

Motoristas que passam em excesso de velocidade em cabines de cobrança automática nos pedágios já estão sendo multados no interior de São Paulo. Desde a madrugada desta segunda-feira, 11, estão em operação radares do tipo lombada eletrônica em três pedágios de Jaú, Coronel Macedo e Boa Esperança do Sul, no sudoeste paulista.

Ao todo são 12 radares operando. Os equipamentos foram instalados também em oito praças de pedágios da região de Marília, mas a concessionária ainda aguarda autorização do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para iniciar a operação.

De acordo com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), a fiscalização do limite de velocidade por lombadas eletrônicas nas pistas de pedágio automático é uma exigência dos contratos mais recentes de concessão de rodovias. A medida, que será obrigatória em todos os novos contratos, visa a aumentar a segurança dos usuários e dos funcionários nas cabines de pagamento eletrônico. O excesso de velocidade tem causado acidentes quando, por exemplo, o pagamento não é autorizado e a sirene apita para o veículo. O risco é de colisão traseira.

A multa por excesso de velocidade está prevista no Código de Trânsito Brasileiro. O motorista que passar acima dos 40 km/h até 20% será multado por infração média. Quando o limite for ultrapassado entre 20% e 50%, a multa é grave, tornando-se gravíssima em velocidade acima de 50% do limite. Embora as concessionárias sejam responsáveis pela instalação e operação dos equipamentos, a autuação será feita pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O aumento na fiscalização também deve coibir a evasão de pedágio.

As lombadas eletrônicas já funcionam em três pedágios das rodovias Comandante João Ribeiro de Barros e Jurandir Siciliano, administradas pela Arteris ViaPaulista. Até a tarde desta segunda-feira, a concessionária ainda não dispunha do número de infrações cometidas. Os equipamentos foram instalados também em oito pedágios de rodovias administradas pela Entrevias, na região de Marília. A data de início da operação será definida após a homologação dos equipamentos pelo DER.

Na pista de cobrança automática, os motoristas não param para realizar o pagamento, pois a cobrança é feita remotamente pela utilização de um dispositivo eletrônico instalado no veículo que libera a passagem.

Lombadas eletrônicas em operação:

  • Jaú – Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, km 156,6 (quatro)
  • Coronel Macedo – Rodovia Jurandir Siciliano, km 331,5 (quatro)
  • Boa Esperança do Sul – Rodovia Com. João Ribeiro de Barros, km 117, 2 (quatro)

Pedágios com lombadas à espera de homologação:

  • Ituverava – SP-300, km 405
  • Sales Oliveira – SP-300, km 350,1
  • Sertãozinho – SP-322, km 327,5
  • Pitangueira – SP-322, km 361,4
  • Pongaí – SP-333, km 234,5
  • Marília – SP-333, km 315,1
  • Echaporã – SP-333, km 354,7
  • Florínea – SP-333, km 447,5

Fonte: Estadão

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

Luiz 12/02/2019 - 18:53

Bando de ladrões,ao invés de reduzir o valor das cobranças nas pracpr de pedágios e fazer investimentos em qualidade de asfalto e rediredde pontos cricrítide visibilidade nas rodovias, estão defendendo seu interesses ou, seja lucrar cada vez mais, mais uma vez eu vou dizer, Bolsonaro vc é um bosta,se elegeu dizendo que iria coibir a indústria das multas e ate agora só vejo o povo se lascando

Reply
Fernando De Almeida 13/02/2019 - 08:26

A cobrança de deve ao estado de SP não no Brasil .para de ser retardado e por a culpa em quem nem tem por dentro do assunto!

Reply

Escreva um comentário