Bolsonaro está disposto a conversar para evitar greve dos caminhoneiros




O governo está acompanhando as movimentações de grupos de caminhoneiros no País e a ameaça de uma nova paralisação da categoria. Segundo o porta-voz da Presidência da República, general Otávio Santana do Rêgo Barros, Bolsonaro está ciente das dificuldades da categoria e está “disponível” para discutir soluções.

“Com relação à eventual greve dos caminhoneiros, nosso presidente vem acompanhando as dificuldades que essa classe vem sofrendo ao longo dos anos e tem se colocado disponível para avançar nas soluções que beneficiem a todos da sociedade, em especial a essa classe que é a transformadora e a transportadora dos bens que todos nós utilizamos”, afirmou.

O porta-voz disse que o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) está acompanhando “todos os eventos em nosso País, não especialmente esse”, e que o órgão não tem neste momento uma posição a respeito do tema.

O governo acompanha atentamente as primeiras movimentações de caminhoneiros no País, que ameaça dar início a nova paralisação, pois entendem que os compromissos assumidos pelo governo Michel Temer no ano passado não estão sendo cumpridos.

Cabe ao GSI se antecipar aos fatos para evitar problemas para o governo. As investigações apontam o início de uma articulação por meio de mensagens de WhatsApp e a preparação de paralisações no dia 30 de março. O governo quer evitar, a todo custo, que qualquer tipo de paralisação aconteça.

Os primeiros dados são de que, neste momento, o movimento não tem a mesma força percebida no ano passado, mas há temor de que os caminhoneiros possam se fortalecer e cheguem ao potencial explosivo da última greve. Dentro do Palácio, o objetivo é ser mais ágil e efetivo e não deixar a situação sair de controle.

O próprio presidente Jair Bolsonaro deve se manifestar sobre os pedidos dos caminhoneiros. Na pauta de reivindicações da classe estão o cumprimento do piso mínimo da tabela do frete e reajustes mensais, e não diários, no preço do diesel.

Fonte: Estadão Conteúdo

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL





Seu e-mail (obrigatório)






10 comentários em “Bolsonaro está disposto a conversar para evitar greve dos caminhoneiros

  • 27/03/2019 em 18:25
    Permalink

    Nao precisamos de mais conversa.
    E o Sr Presidente, tem q aceitar a verdade; estas pessoas que se dizem nossos representantes, não nos representa.
    O que nos representa, somos nós mesmos; através de nossa união, nosso trabalho e nossa história. Não há necessidade de se discutir mais pauta alguma, queremos apenas que cumpram o combinado, o acordado.
    Sabemos que o setor agrícola está fzndo lobby para que nao se tenha um piso mínimo de frete, distorcendo em coluio com a COMUNISTA GLOBO os fatos, pois não se trata de tabelamento, e sim do mínimo possivel para se trabalhar honestamente.
    Qual é a dificuldade de entender isto?
    Para que serve a ANTT?
    Para que serve SESC/SENAT?
    IPVA, PEDÁGIO ?
    Sr PRESIDENTE, apenas cumpra a lei.
    Não queremos parar, mas sua inércia e dos “orgãos regulamentadores”, nos obriga!

    Obrigado
    Leovaldo Gonsalez
    QRA: LÉOKXORRÃO
    CPF 254.363.288-30
    Ficha Limpa

    NÃO NOS FAÇA SENTIR VITIMAS DE MAIS UM ESTELIONATO ELEITORAL.

    Resposta
  • 27/03/2019 em 17:20
    Permalink

    adianta não meus amigos conversa mole não paga conta não vamos agir ou o Mel ou a cabaça quem tiver esperando que esse governo seja o salvador da pátria ta frito.

    Resposta
  • 27/03/2019 em 17:02
    Permalink

    O frete de tabela está sendo pago pelo cliente
    Só que não chega nas mãos do autonomo
    Empresas só comprando carretas e cavalos novos com investimentos do BNDES.
    E nós não conseguimos nem comprar pneus
    Outra greve só vai piorar pois as grandes transportadoras já estão recebendo tabela e não vão parar

    Resposta
  • 27/03/2019 em 16:46
    Permalink

    Acho que devemos parar sim pois além do eixo erguido no pedagpe mais nada foi cumprido até agora

    Resposta
  • 27/03/2019 em 15:33
    Permalink

    Na minha opinião ou se paga a tabela de frete e se baixa o preço do diesel que hoje é padrão FIFA ou não teremos mais condições de trabalhar. Na realidade o que falta é atitude para resolver a questão, ficar de bla bla bla que é a postura desse governo não nos ilude mais. Sou 100% a favor da paralisação dia 30, tenho apenas um equipamento e pra falar a verdade esse mês de março todinho estou sem rodar indignado com os valores de frete que estão defazados em 30% em relação a tabela antt aqui na região metropolitana de São Paulo. Outra coisa pagava $3.09 no litro do diesel S10, hj o litro custa $ 3.35, e nenhuma empresa está pagando o piso mínimo da tabela antt. Não dá mais ou paramos ou ficamos sem estrutura pra trabalhar. Comprei quatro pneus gastei $ 5700.00, o rastreador subiu 10 % a mensalidade, custo de manutenção alto com troca de óleo e filtros…. Não dá mais….extremamente decepcionado com o governo do Sr BOLSONARO.

    Resposta
  • 27/03/2019 em 14:49
    Permalink

    Vamos abrir o olho pq existem organizações criminosas que estão atuando em varias BRs.do Brasil transvestidas de concessionárias de pedagio não fazem nada ao não ser explorar do usuário

    Resposta
  • 27/03/2019 em 14:45
    Permalink

    Jair bolsonaro ta perdido igual cego no tiroteio vamos agir enquanto há tempo,simples de resolver cria-se um documento eletrônico obrigatório que tem que ser emitido pelas transportadoras e esse documentos so poderar ser gerado no sistema se tiver com a rota da viagem e com os Kms e com valor da tabela e ja com o comprovante de pelo 80 % do frete para o prestador de serviço e outro coisa balanças em todos os lugares estratégicos funcionando 24 hrs para que não mais carreguem excessos de pesos e o restante do frete pago apos 02 hrs da comprovação da entrega da carga e se tiver avarias que seja explicado no romaneio eletrônico de pagamento ou senão o sistema da transportadora fica bloqueado assim dessa forma nem a transportadora e nem o terceirizado não poderão diblar a tabela de fretes.simples né basta querer mais encheram os ministérios de parasitas e autoritarios vamos trabalhar gente senão pode dar tudo errado no governo que disse ser Salvador da Patria

    Resposta
  • 27/03/2019 em 13:51
    Permalink

    Conversar já deu de conversa noz queremos atitude de um presidente se conversa adiantace alguma coisa papagaio não morria depois de aprender falar

    Resposta
    • 28/03/2019 em 18:02
      Permalink

      O caminhoneiro dorme na rua, não tem onde comer, dormir, tomar banho, está sujeito à insegurança, mas ninguém valoriza a gente.

      Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!