Comissão de Transparência vai avaliar política de reajuste dos combustíveis




A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) vai apurar, com o auxílio do Tribunal de Contas da União (TCU), a atual política de reajuste de combustíveis praticada pela Petrobras, sobretudo da gasolina, do diesel e do gás de cozinha. A medida está prevista na Proposta de Fiscalização e Controle (PFS) 1/2018, apresentada pela ex-senadora Vanessa Grazziotin e aprovada nesta terça-feira (23).

De acordo com a justificação da proposta, a política de preços adotada pela Petrobras a partir de outubro de 2016, que atrela os valores domésticos aos praticados no mercado internacional, promove insegurança e imprevisibilidade, sobretudo em um país cujo pilar central de mobilidade é o transporte rodoviário. O reflexo mais nítido desse problema, segundo Vanessa, foi a paralisação dos caminhoneiros, em maio de 2018, e os impactos dela decorrentes.

Para o relator da matéria, o senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL), o assunto é pertinente e diz respeito a todos os brasileiros. Entre as medidas, a comissão fará uma análise das competências dos administradores da Petrobras e do Poder Executivo para determinar a política de preços e uma avaliação quanto à eventual interferência do governo e a legalidade das ações com esse objetivo. Também se dedicará à identificação de eventuais associações entre a política de preços e condutas ilícitas e à apuração de responsáveis por eventuais danos à estatal, antes e depois de outubro de 2016.

A comissão poderá realizar audiência pública antes de apresentar, discutir e votar o relatório final da proposta.

Audiência pública

Nos próximos dias, a CTFC vai promover uma audiência pública para debater a política de preços dos combustíveis no governo de Jair Bolsonaro. O requerimento, apresentado pelo senador Jorge Kajuru (PSB-GO), foi aprovado nesta terça-feira.

A data da audiência será definida pela secretaria da comissão.

Fonte: Agência Senado




7 comentários em “Comissão de Transparência vai avaliar política de reajuste dos combustíveis

  • 27/04/2019 em 07:49
    Permalink

    A Petrobras é um cavalo de troia para nós brasileiros!
    E existem outros “monopólios” bem aparelhados e disfarçados por aí tbm!!!!
    Acorda povo!!!

  • 26/04/2019 em 17:36
    Permalink

    Parabéns isso aí pra cima deles do jeito q tá essa politica de preços da Petrobras prejudica o andamento da economia atrasa desenvolvimento do país causa prejuízo ao setor produtivo e desemprego parabéns

  • 26/04/2019 em 17:00
    Permalink

    Como sempre vamos ter que correr pra nan sermos trucidados roubados faz tempos que acontece esse governo tb só quer fazer reforma na previdência social as mordomias que eles têm eles não fazem essa reforma . Próximas eleições voto nulo ou melhor nem ir às urnas eles são escolhidos pelo povo pra governar para o povo eles estão espremendo o pobres de uma for que vai acabar já não tem mais dinheiro na mam do asalariado oque mais querem temos que parar com isso um país sem eleitos como vai ficar

  • 26/04/2019 em 16:55
    Permalink

    Nunca antes no país houve tanta polemica sobre os preços do combustível igual agora, isso tão somente devido a peregrinação e sofrimento dos caminhoneiros, porque gasolina todos sabemos que o povo não se importa com os preços, então pessoal esta na hora de pararmos com toda essa burrice e mudarmos de pauta, o problema nao é o preço do diesel que acaba com nós Caminhoneiros e sim a falta do pagamento da tabela de frete, se a tabela for paga o diesel pode chegar a 5 reais que ainda teremos lucros.

    • 26/04/2019 em 21:13
      Permalink

      Vende logo essa ladra dessa Petrobras ,aumentando a gasolina duas ou três vezes no mês aí quebra nos brasileiro s

  • 26/04/2019 em 16:12
    Permalink

    Não temos que discutir mais nada sobre os combustíveis fósseis, exceto o gás de cozinha. O que esses empresários e grandes transportadores têm que fazer é investir em combustíveis alternativos ao diesel e à gasolina. A Volvo já apresentou caminhões movidos à GNL (Gás Natural Liquefeito), a Volkswagen já tem tecnologia para caminhões movidos à GNV, temos potencial, dinheiro e tecnologia de sobra para investirmos no aumento da produção de biocombustíveis sem mistura com derivados de petróleo (biodiesel 100% e isobutanol). Aumentar e baratear a produção destes visando substituir esses combustíveis fósseis ultrapassados, QUANDO ESSE PAÍS DE BURROS VAI OLHAR PRO FUTURO?

  • 26/04/2019 em 13:42
    Permalink

    Vende logo está Petrobras q só serve para roubar a nação brasileira

Fechado para comentários.