Nova tabela de frete está construída de forma muito técnica diz ministro




O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse que o estudo encomendado pelo governo junto à Esalq/USP para definir uma nova metodologia de cálculo das tabelas de frete rodoviário para cargas está pronto e já se encontra em consulta pública. “Modelar o preço do frete não é uma tarefa simples. Há condições diferentes de custos. E o trabalho da Esalq está pronto e em consulta pública.

Vamos começar a debater e a partir do momento que tivermos uma referência, isso deixará de ser uma dificuldade”, afirmou Freitas, durante entrevista coletiva com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Floriano Peixoto (Secretaria Geral), no Palácio do Planalto.

Segundo Freitas, a Esalq possui a maior base de dados com informações sobre cargas no país e a ideia é que o trabalho da instituição sirva para atualizar as referências de custos utilizados para composição do preço do frete.

Ele ainda informou que o estudo avaliou os mais diferentes tipos de cargas, como frigorificadas, a granel e perigosa, entre outras, e levou em conta custos como depreciação de caminhões, mão-de-obra do caminhoneiro, preço dos combustíveis e outros.

“A tabela está sendo construída e a referência [dos custos] será atualizada”, acrescentou o ministro. Desde sua implementação como alternativa para cessar as greves de caminhoneiros que afetaram o país no ano passado, o tabelamento de fretes vem causando insatisfações tanto entre caminhoneiros quanto entre as empresas que contrataram fretes.

Os caminhoneiros autônomos se queixam de que falta fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para o cumprimento das tabelas de frete. Enquanto o setor empresarial reclama dos altos custos fixados pelo frete mínimo.

“A fiscalização da ANTT também será intensificada”, garantiu Freitas. Em face do recuo da Petrobras para elevar os preços do óleo diesel por determinação do presidente Jair Bolsonaro, o governo resolveu anunciar hoje medidas a favor da categoria profissional dos caminhoneiros. Há um temor da volta das paralisações de caminhoneiros no país. “Temos que dar trabalho para o autônomo.

Há um excesso de oferta e nosso desafio é dar trabalho, garantir que o autônomo seja contratado. A gente resolvendo isso vamos dar um grande passo no distencionamento de qualquer situação”, destacou. “Não vamos descansar enquanto não melhorar as condições de vida dos autônomos”.

Fonte: Valor Econômico




28 comentários em “Nova tabela de frete está construída de forma muito técnica diz ministro

  • 18/04/2019 em 23:15
    Permalink

    Boa noite
    O representante da classe , o tal de chorao já arrumaram o lado dele. Já tá pulando fora do barco.
    Queria saber que disse que esse infeliz representa a classe? Nem conheço esse pobre coitado.
    Sei que diante de tanto esforço já fui obrigado a vender meu caminhão esse mês. Não existe condições de trabalhar, levo 2 dias pra fazer um frete de 1200 reais, cooperativa rouba 12% do frete, mais seguros que tem que pagar, hoje 67% fica no posto de combustível, sobrando 250 reais livre de combustível, tira 50pra cada dia de alimentação no fim sobra 150. Ganho 75por dia nessa história pelo meu serviço de motorista.
    Ai não sobra pra manutenção, não sobra pra pneus, não sobra nada.
    Isso tudo pra correr risco na estrada, assalto,estradas acabadas,sem lugar pra pernoitar, tomar um banho decente.
    Pergunto aos companheiros :
    Vale a pena? Tem condições de continuar nessas condições?
    Parem e reflitam sobre isso
    Essa e a nossa realidade hoje em nosso país.
    Ai inventam a tabela, otimo seria a solução dos nossos problemas se o governo fizessem ela ser cumprida na risca com multas bem altas, com facilidade de poder denunciar.pois na ANTT o atendimento e de pessima qualidade, não explicam nada, não são educados típico funcionário público que está ali só pra pegar o excelente salário que recebi no fim do mês e o povo que se foda pra lá.
    Amigos vamos a greve e vamos parar e um mês inteiro pior do que está não fica.
    Greve neles

  • 18/04/2019 em 13:33
    Permalink

    Acredito q a única forma seja taxar as empresas por tamanho
    Em nosso país há uma inversão de valores onde o grande tem as portas abertas para comprar caminhãoes a juros baixos e cadastro facilitado enquanto q o autônomo não consegue se quer concluir um cadastro e sem falar na lavanderia q se tornou os caminhões pois fatura muito e quase todo faturamento vira em despesas .

  • 18/04/2019 em 06:50
    Permalink

    Nos autônomos não temos créditos nesses bancos, para comprar ou trocar o caminhão.e esses empresários com um piscar de olhos compram 100 carretas de uma so vez.. esse governo tem que disponibilizar pelo menos R$200,000 mil e não trinta . Que mal vai da para trocar os pneus.. estamos indo parar no fundo do poço com essa proposta do governo !!!

    • 18/04/2019 em 09:13
      Permalink

      Verdade amigo…
      Quando a gente e autônomo as portas das instituições financeiras fecham para a gente, tudo se torna muito difícil, você não consegue nada…
      E outra coisa que quebra o autônomo e o fato dele não tirar a carga direto no firnecefor, aí ter que ficar nas mãos das transportadoras que tem muitas deles que nem sequer um caminhão tem.
      Eles abrem uma transportadora e cadastra uma carrinho aberto com placa vermelha, só para liberar o ANTT e pronto já e uma transportadora e tem todas as regalias do governo

  • 18/04/2019 em 05:55
    Permalink

    Daqui a pouco aparece uns PETISTAS para se aproveitarem da situação e dizer que tudo é culpa do ‘gópi’. Vai vendo.

  • 17/04/2019 em 22:52
    Permalink

    É galera, a tal tabela está sempre para o mês q vem, ou seja pura enrolação e ganho de tempo. Acho q é melhor ir acostumado com a idéia de trocarmos de profissão, essa é a realidade.

  • 17/04/2019 em 22:17
    Permalink

    O frete tá barato? Ninguem manda milhares de motoristas inventarem de comprar caminhão.

    Em qualquer profissão, quando o salário tá baixo a pessoa vai procurar outra coisa para fazer. Porque no caso dos motoristas, inventam de “parar o país” até não chegar nem remédio nos hospitais?

    Vão arrumar outra coisa para fazer. O mercado é assim, acordem. Esse papo de tabela é só para enrolar, não vai ter tabela nunca. Greve também não vai mudar nada.

    • 17/04/2019 em 22:30
      Permalink

      Caminhão e pra quem gosta não pra cururu que não sabe o que fala e se as coisas não mudar tem que parar TD mesmo e procurar outra coisa pra fazer pra quem não tem coragem de enfrentar as noitadas tem que ir pra cima parar tidoooo se não melhorar

    • 17/04/2019 em 23:09
      Permalink

      Isto mesmo. Todos os autônomos mudem de serviço. Aí eu quero ver como vai ficar o país. Metade dos fucionarios de postos de combustíveis, oficinas , borracharias e vários segmentos que estão atrelados ao transporte de autônomos tbm mudem de profissão.
      Só pra lembrar, nos Estados Unidos estam faltando 50 mil motoristas de caminhão . É aqui o motorista não tem valor algum. Fretes tem sim. Mas tem q ser de graça. Quem está acostumando a ganhar muito não quer abrir mão só um pouquinho. Mais uma coisa. Se vc tiver carteira de habilitação D ou E desempregado não ficar. Todas as empresas de transportes estam com vagas. Aí vêem uns tontos que não sabem nada de transporte e fala que não tem frete.

      • 18/04/2019 em 14:34
        Permalink

        De todas as classes, porque somente os caminhoneiros querem “parar o país” quando o salário tá baixo?

        Quando está no pico da safra vocês cobram preços altíssimos e não tem tabela para limite né? Aí todo mundo é espertinho.

        É oferta e demanda, coisa básica da economia. Se tem muito caminhão, o frete abaixa.

        Vocês acreditam mesmo que ANTT vai fiscalizar tabela? Acreditam mesmo que vai multar? Mesmo que multe, a multa é mais barata do que pagar frete caro.

        Se fizerem greve, a única coisa que vão conseguir é ficar 15 dias parados na estrada, levar borrachada dos militares e ficar 15 dias sem faturar.

        Tá ruim? Trabalha com outra coisa. O governo não vai fixar tabela, vai apenas liberar paliativos.

    • 18/04/2019 em 00:04
      Permalink

      Vai tomar no seu cu filho da puta, a comida que vc come e o caminhão que leva pra sua casa .o papel que limpa seu cu tbm filho da puta

    • 18/04/2019 em 07:30
      Permalink

      Exatamente meu querido,sua inteligência me surpreendeu se todos olharem pra situação assim como você com certeza muitas profissões já não vão existir,sua preucupaçao é greve e faltar as coisas,enta e sim vamos nós todos caminhoneiros seguir seu conselho,e aí seu imbecil,aí sim vai faltar estamos exigindo um direito pra termos condições dignas de trabalho como qualquer outra profissão,mas não, não podemos seguir seu conselho por que se não quem vai levar o papel higiênico pra limpar tanta merda que sai da sua boca.

    • 18/04/2019 em 21:30
      Permalink

      Pq o BNDES favoreceu tantos grandes mas os que realmente precisa ,,,o autonomo,,nunca foi favorecido,,,falcatruas de todas as formas,,,, transportadora fzdo o q querem juntos com empresas,,,tudo falcatruas,,,,empresas transporte quebradas,,,do nada uma frota de caminhões,,,,,falcatruas com bancos,,políticas e políticos envolvidos,,mas uma vez .Autônomo fetrado,,,compre seu caminhão idiota,,,,depois me diga algo sobre isso,,,seu estrume podre

      • 18/04/2019 em 21:35
        Permalink

        Ou va buscar o material q vc precisa pra se manter,,, até de limpar sua bunda fedida nas fábricas,,,o seu alimento na lavoura,,,o seu remédio em laboratórios,,e tudo q precisa q depende do transporte seu idiota,,,,se tivéssemos união seu lixo,vc iria pensar diferente,,pena q minoria pensa como eu,,,seu ignorante

  • 17/04/2019 em 21:45
    Permalink

    Esqueçam greve… acabou!!! Não tem mais frete…. se tiver greve vai ser uma vergonha… muito diferente do ano passado, a sociedade não vai apoiar…. as transportadoras tbem não… vai ficar só os trouxas parados e não fará falta alguma, pois o maior problema é a falta do que transportar.

  • 17/04/2019 em 21:10
    Permalink

    Espero que o governo ajude o setor o quanto mais rápido, eu sei que tabelamento não e bom pra ninguém, mas hoje o setor enfrenta uma dificuldade muito grande, e o mundo capitalista, ele quer lucro a quaququa preço, e sempre quem acaba perdendo e o lado mais fraco.

  • 17/04/2019 em 20:30
    Permalink

    Governo safado acabou de anunciar 10 centavos no litro do diesel de aumento desse jeito não dá mesmo e o frete nada tem que ter sim greve de novo não da mais chega

    • 17/04/2019 em 21:15
      Permalink

      Sou totalmente a favor de uma nova greve dos caminhoneiros, o governo Bolsonaro vai passar a mão na cara dessa classe trabalhadora de novo, país da vergonha, onde quem realmente leva o Brasil nas costas não tem valor nenhum 😠😠😠

  • 17/04/2019 em 19:57
    Permalink

    Sinceramente, nós autônomos estamos falidos com esse governo, estamos sem nome na praça, equipamentos sucateado sem estrutura pra suportar o novo golpe do Senhor BOZO e sua patota. A tabela ficou bom para as grandes empresas de transporte, notem amigos, as empresas estão comprando equipamentos, e os fretes sumiram, notem eu moro em SP Capital, acabou os fretes, fico a semana toda pra poder carregar alguma coisa e as vezes não carrego, porque acham que as empresas estão se preparando, pra poder atender a demanda caso haja uma paralisação dos autônomos … Essa nova tabela de frete vai jogar o frete lá embaixo, não teremos condições de pegar nem a sobra das transportadoras pois é isso que resta pra gente…..acabou… Eles perceberam que tem caminhão sobrando no mercado e que a demanda de carga é inferior … Pra vcs verem a caixa econômica federal vai começar a financiar até 100% dos caminhões para pessoas jurídicas…..ou seja o projeto transporte não é para os autônomos que sem demagogia alguma somos os tapas buracos…. Reflitam….

  • 17/04/2019 em 19:48
    Permalink

    O transporte ja era, as transportadoras tomaram conta , só deixam bucha para o autônomo !!!

  • 17/04/2019 em 19:42
    Permalink

    O governo bolsonaro com seus aliados tipo onix, Augusto , peixoto, e freitas eles vão furar um buraco jogar os autônomos dentro e a esquerda de volta ao comando do jeito que esses aliados querem é uma vergonha. Anuncianto vendas de caminhões sem entrada, 30 mil reais pra consertar caminhão, autônomo não tem nome so se for com nome sujo, se não vai vender so pra ricos e sua turma. O ministro teria que fazer reuniões com motoristas autônomos em todos os estados e ver suas reivindicações pra melhorias de seus fretes sem subir fretes e tem muita coisa que melhora sem falar em valor de fretes

  • 17/04/2019 em 18:17
    Permalink

    Poisé mas ele não disse que a tabela ja tá feita e quando começar a divulgar vai dar greve… para se ter uma ideia na carga geral o caminhão seis eixos vai ser R$ 3,08 o km rodado mais o pedágio…..agora compara com a tabela atual

  • 17/04/2019 em 18:16
    Permalink

    Vai ser difícil dar trabalho para o autônomo quando há caminhões sobrando no mercado ai as grandes empresas comprando de 100 caminhões por vez.Na região que moro a Expresso Nepomuceno fez a aquisição de 5000 unidades de conjuntos rodotrem para os próximos anos sendo que 1000 unidades ja estão disponíveis rodando pelo país em diferentes pontos de escoamento de grãos.Aí me digam se vai ter trabalho para o autônomo?

  • 17/04/2019 em 17:28
    Permalink

    Com o país parado não vamos conseguir nada mais si o prejuízo for maior que o lucro voltamos a estaca zero eles tem que manter as coisas estabilizada sinão o real já era

    • 17/04/2019 em 20:22
      Permalink

      Acorda motora . Baixa tabela,aumenta diesel. Foi tudo encenação .

      • 18/04/2019 em 09:37
        Permalink

        Como a tabela de frete pode aumentar o custo dos produtos , sendo que vai ser diluido o valor em 1000!
        Exemplo: Se o frete aumentar 100 reais em toneladas , corresponde a ,010$ centavos em quilo.
        E nos tambem caminhoneiros pagaremos por esse aumento

    • 17/04/2019 em 20:27
      Permalink

      Acorda motora … Baixa tabela , aumenta diesel . Tudo encenação. Bozo é agro

      • 18/04/2019 em 07:06
        Permalink

        Quem ainda enxerga que olhe!!!

Fechado para comentários.