Empresa que criou caminhão movido à água é considerada uma farsa na China

O governo chinês está investigando a empresa Youngman Automobile Group por fraude. A empresa ficou conhecida na China por apresentar, em 2017, um caminhão movido apenas com água. O veículo é equipado com um complexo sistema que faz a eletrólise da água, dividindo as moléculas de água em hidrogênio e oxigênio puros.

De acordo com a empresa na época da apresentação do caminhão, com o tanque de água cheio, o veículo poderia rodar até 800 quilômetros, uma autonomia excepcional para um caminhão médio. Quando o tanque ficasse vazio, bastava reabastecer com água que o veículo voltava a rodar.

LEIA MAIS  Projeto prevê multa de trânsito mais alta para empresa cuja frota atinja 20 pontos

A montadora ainda prometia a apresentação de um carro, com o mesmo sistema, que poderia rodar até 1.000 km com um tanque.

O problema é a tecnologia que transforma água em energia. O sistema para eletrólise da água é muito complexo, envolve muitas reações físicas e químicas, e consome mais energia do que consegue gerar, o que não é sustentável. As investigações também descobriram que a fábrica da empresa, que prometia uma produção anual de até 300 mil veículos, está fechada há mais de quatro anos.

LEIA MAIS  Projeto prevê multa de trânsito mais alta para empresa cuja frota atinja 20 pontos

Na época da apresentação do caminhão movido à água, a empresa recebeu US$ 1,2 bilhão da cidade de Nanyang para desenvolvimento da tecnologia. Até hoje o uso desse dinheiro não foi comprovado.